Assinar Edições Digitais
Desporto

Olegário Benquerença nas contas da FIFA até ao final do Mundial

O árbitro Olegário Benquerença, de Leiria, permanece até ao final do campeonato do Mundo de futebol de 2010, na África do Sul, ao contrário de quatro “juízes” que cometeram erros graves.

O árbitro Olegário Benquerença, de Leiria, permanece até ao final do campeonato do Mundo de futebol de 2010, na África do Sul, ao contrário de quatro “juízes” que cometeram erros graves.
Olegário Benquerença, que figura numa lista final de 19 árbitros anunciada hoje pela Federação Internacional de Futebol (FIFA), ajuizou na primeira fase o Japão– C amarões, do grupo E, e ainda o Nigéria – Coreia do Sul, do grupo B.

O polémico uruguaio Jorge Larrionda, que não validou o segundo golo da Inglaterra contra a Alemanha (o 2-2) foi excluído da lista final, assim como o italiano Roberto Rosetti, que validou o golo da Argentina de Carlos Tevez, em fora de jogo, contra o México, também num jogo dos “oitavos”.

O francês Stéphane Lannoy, que permitiu ao brasileiro Luís Fabiano dominar a bola duas vezes com a mão na vitória sobre a Costa do Marfim (3-1) é também excluído, como o maliano Koman Coulibaly, que invalidou inexplicavelmente um tento aos Estados Unidos face à Eslovénia (2-2).

Lista dos árbitros que permanecem até à final: Rashan Irmatov (Uzb), Yuichi Nishimura (Jap), Khalil Al Ghamdi (Kas), Jerome Damon (Afs), Eddy Maillet (Sey), Carlos Alberto Batres (Gua), Marco Rodriguez (Mex), Benito Archundia (Mex), Carlos Simon (Bra), Hector Baldassi (Arg), Oscar Ruiz (Col), Pablo Pozzo (Chi), Michael Hester (Nzl), Viktor Kassai (Hun), Olegario Benquerenca (Por), Howard Webb (Ing), Wolfgang Stark (Ale), Alberto Undiano (Esp) e Franck De Bleeckere (Bel).