Assinar Edições Digitais
Sociedade

Pequenos deputados deixam recados ao país e à região

“De pequenino se torce o pepino”. Já diz o velho ditado popular e, na verdade, o Castelo de Leiria comprovou isso mesmo no Dia Mundial da Criança. Para além das marionetas, da “discoteca” e da recriação de uma aldeia medieval, com lutas entre mouros e cristãos, foi nos Paços Novos do Castelo, que a política foi debatida entre miúdos e graúdos.

“De pequenino se torce o pepino”. Já diz o velho ditado popular e, na verdade, o Castelo de Leiria comprovou isso mesmo no Dia Mundial da Criança. Para além das marionetas, da “discoteca” e da recriação de uma aldeia medieval, com lutas entre mouros e cristãos, foi nos Paços Novos do Castelo, que a política foi debatida entre miúdos e graúdos.

60 deputados (crianças), repartidos por 15 círculos eleitorais (escolas) deram voz  às suas propostas, na Assembleia “Pequenos e Deputados”, perante o presidente da assembleia, Carlos André, o primeiro secretário, José Alves, e o segundo secretário, Luís Pinto.

Temas como a igualdade de oportunidades na escola, a fraternidade e voluntariado e a cidadania e biodiversidade, foram os assuntos da ordem do dia apresentados, debatidos e aprovados por unanimidade na assembleia. Mas, a “Pequenos e Deputados”, para além das questões de agenda contou ainda com outros assuntos em cima da mesa.

Para além da atribuição de um voto de louvor à Câmara Municipal de Leiria pelas iniciativas do projecto “Trocar por miúdos” e o agradecimento pela construção do polidesportivo de Souto da Carpalhosa, os deputados de palmo e meio levaram ainda à assembleia temas como: a criação de espaços verdes na EB1 de Souto de Cima, o centenário da implementação da república em Portugal, a falta de tinta na passadeira da EB1 de Marrazes e o voto de homenagem a António Correia Mateus. A concordância esteve presente em todas as votações.

Anabela Pato
anabela.pato@regiãodeleiria.pt

Joaquim Dâmaso (fotografia)
joaquim.damaso@regiaodeleiria.pt