Assinar Edições Digitais
Sociedade

PSP detém quatro suspeitos de furtos em lojas na cidade de Leiria (actualizada)

Quatro indivíduos, suspeitos de vários furtos cometidos esta tarde em lojas da cidade de Leira, foram detidos, cerca das 17h30, no parque da Media Markt pela PSP.

Quatro indivíduos, suspeitos de vários furtos cometidos esta tarde em lojas da cidade de Leira, foram detidos, cerca das 17h30, no parque da Media Markt pela PSP.

Os presumíveis assaltantes procuraram refúgio no estabelecimento comercial depois de terem sido identificados por alguns lojistas.

Carlos Oliveira, sócio-gerente da Esquina, situada na Avenida Heróis de Angola, diz ter sido alertado pelas funcionários depois de dois indivíduos, “bem parecidos”, terem furtado várias peças de vestuário de marca. Rondavam as 15h30. Os suspeitos entraram depois na São Óptica de onde levaram quatro pares de óculos também de marca, não havendo informação de que tenham usado de violência. Soube-se mais tarde que furtaram mais quatro pares de óculos na Ergovisão e umas 50 peças de vestuário na Pull&Bear. Na Esquina, Carlos Oliveira contabilizou onze peças furtadas.

“Há cerca de três semanas fomos assaltados e, quando soube deste, fiquei tão furioso que fui atrás deles”, conta ao REGIÃO DE LEIRIA Carlos Oliveira, que se apercebeu da entrada dos indivíduos na outra loja. Mas estes puseram-se em fuga quando perceberam que tinham sido localizados.

A PSP foi alertada, e com a colaboração de outras pessoas que identificaram os suspeitos na Media Markt, procedeu com vários elementos à detenção de quatro indivíduos, que aparentam ter entre 18 e 25 anos.

Segundo algumas testemunhas, a operação decorreu com grande aparato, tendo o parque sido temporariamente encerrado pela polícia.

Quanto aos assaltos terão ocorrido entre as 11 horas e as 17h30, com recurso a sacos e mochilas forrados com alumínio para os artigos não serem detectados pelos sistemas de segurança. O grupo, que integrará também uma mulher, fazia-se transportar numa viatura entretanto apreendida e onde foram encontrados os artigos furtados.

“A polícia trabalhou muito bem. Chamei-os e vieram logo”, adianta ainda Carlos Oliveira, que admite não ter elementos para associar este assalto ao ocorrido há cerca de três semanas. Neste caso, os assaltantes conseguiram abrir a grade de segurança, durante a noite, tendo levado artigos avaliados em mais de 30 mil euros no total.

Martine Rainho
martine.rainho@regiaodeleiria.pt