Assinar Edições Digitais
Sociedade

Grutas de Mira de Aire vencem “Sete Maravilhas Naturais de Portugal”

As Grutas de Mira de Aire, no concelho de Porto de Mós, venceram o concurso “Sete Maravilhas Naturais de Portugal”, na categoria Grutas e Cavernas.

As Grutas de Mira de Aire, no concelho de Porto de Mós, venceram o concurso “Sete Maravilhas Naturais de Portugal”, na categoria Grutas e Cavernas.

O monumento natural derrotando os outros candidatos, o Algar do Carvão e a Furna do Enxofre, ambas nos Açores.

O arquipélago das Berlengas, em Peniche, falhou a vitória na categoria Zonas Marinhas, ganha pela Ria Formosa, no Algarve.

O arquipélago dos Açores foi o grande vencedor do concurso “‘Sete Maravilhas Naturais de Portugal”, tendo sido a única região do país que conseguiu duas vitórias.

Na região dos Açores, os portugueses escolheram a Lagoa das Sete Cidades, que venceu a categoria Zonas Aquáticas não Marinhas, derrotando as Portas de Ródão e o Vale do Douro, e a Paisagem Vulcânica do Pico, que ganhou a categoria Grandes Relevos, que disputava com o Parque Natural da Arrábida e o Vale Glaciar do Zêzere, na Serra da Estrela.

Na categoria Praias e Falésias, a ‘maravilha’ natural escolhida pelos portugueses foi o Portinho da Arrábida, na região de Lisboa, que venceu o Pontal da Carrapateira e a Praia de Porto Santo.

A Floresta Laurissilva da Madeira venceu a categoria Florestas e Matas, que disputava a vitória com a Mata Nacional do Buçaco e a Paisagem Cultural de Sintra.

Na categoria de Zonas Protegidas, a vitória foi para o Parque Nacional da Peneda-Gerês, que derrotou o Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina e a Reserva Natural da Lagoa do Fogo.

As “Sete Maravilhas Naturais de Portugal” foram divulgadas num espetáculo em Ponta Delgada, Açores, na sequência do resultado de uma votação que registou 656 356 votos.