A Comissão Política Distrital de Leiria do PSD exigiu hoje a modernização da linha ferroviária do Oeste, considerando que se o investimento não for realizado é o “mais grave embuste do governo socialista” à região.

Numa nota de imprensa, a Distrital de Leiria do PSD manifesta a sua “frontal oposição e maior repúdio” face ao anúncio da suspensão do investimento previsto para a modernização da linha do Oeste.

Para o PSD/Leiria, “esta opção compromete o futuro de Leiria e da região do Oeste”, pois “prejudica as actividades económicas, limita a circulação de pessoas e contribui para a degradação da qualidade ambiental de uma região que há mais de três décadas reclama a modernização da linha do Oeste”.

Os sociais democratas lembram que a REFER “tinha inscrito no seu plano de investimentos uma verba superior a 120 milhões de euros para afetar à linha do Oeste até 2016, dos quais 8,5 milhões seria investidos já este ano, 40 milhões no próximo ano e 48,5 milhões em 2012”.

Por outro lado, a Distrital do PSD recorda que tanto a modernização da linha do Oeste como a via férrea de Santarém às Caldas da Rainha “tinham sido promessas acordadas e assinadas” entre o Governo e os municípios da Comunidade Intermunicipal do Oeste “no âmbito das medidas compensatórias” pela deslocalização do futuro aeroporto internacional da Ota para Alcochete.

Acusando os responsáveis da REFER e da CP de “conformismo” dado que “deveriam estar na linha da frente na defesa deste projeto, por ser essencial à rentabilização desta ligação ferroviária de pessoas e mercadorias”, o PSD/Leiria exige ao Governo que “retome o plano de investimento previsto para a linha do Oeste”.

O PSD/Leiria promete ainda que todos os eleitos do partido nas autarquias e na Assembleia da República vão continuar a defender este projeto “pelo contributo que confere às acessibilidades da região, mas também por tratar-se de um projeto sustentável e essencial à competitividade de setores como o turismo nacional”.

A requalificação da linha do Oeste está a ser objeto de uma petição, lançada em janeiro, numa iniciativa que reúne elementos de diversos partidos, autarcas, empresários e outras personalidades dos distritos de Leiria e Lisboa.

A petição “pela requalificação e modernização da infraestrutura e pela introdução de um serviço ferroviário de qualidade na linha do Oeste” já tem mais de quatro mil assinaturas.

O Bloco de Esquerda anunciou que vai encerrar a campanha de recolha de assinaturas no próximo sábado, em Mafra.