Assinar Edições Digitais
Mercado

Irão na mira das empresas de moldes

As fortes taxas de crescimento económico, com destaque para a indústria automóvel e de bens de equipamento, tornam o Irão num mercado apetecível para as empresas de moldes da região.

As fortes taxas de crescimento económico, com destaque para a indústria automóvel e para a necessidade de bens de equipamento, tornam o Irão num mercado apetecível para as empresas de moldes da região.

O presidente do Portugal-Iran Business Council, Nader Haghighi, esteve anteontem nas instalações da incubadora Open, na Marinha Grande, para expor as oportunidades do mercado iraniano, bem como as particularidades da cultura de negócios no país, durante um seminário participado por cerca de 20 pessoas.

O Irão tem 75 milhões de habitantes, dos quais 65% contam menos de 30 anos e mostram-se abertos ao consumo de produtos de qualidade provenientes da Europa, de acordo com Nader Haghighi.

O seminário insere-se no ciclo “Novos mercados, novas oportunidades”, promovido pela CEFFAMOL, e também serviu para apresentar o caso da Roménia, pela voz de Álvaro Cunha, da AICEP.

Joaquim Dâmaso (fotografia/arquivo)