Assinar Edições Digitais
Sociedade

Suspeitos de esfaquearem jovem aguardam julgamento em liberdade

Os dois suspeitos de terem esfaqueado um jovem brasileiro de 26 anos, que ficou ferido com gravidade, esta semana, no Bairro dos Capuchos, Leiria, vão aguardar julgamento em liberdade.

Os dois suspeitos de terem esfaqueado um jovem brasileiro de 26 anos, que ficou ferido com gravidade, esta semana, no Bairro dos Capuchos, Leiria, vão aguardar julgamento em liberdade.

Acompanhados por um advogado, os arguidos, irmãos, um de 16 anos e outro de 21 anos, apresentaram-se ontem de manhã com o pai nas instalações do Departamento de Investigação Criminal de Leiria da Polícia Judiciária (PJ), noticia a agência Lusa.

Os três foram constituídos arguidos, mas apenas os dois jovens foram presentes a uma juíza de instrução criminal no Tribunal Judicial de Leiria, cerca das 17 horas.

Após o interrogatório judicial, que terminou pelas 21 horas, a juíza determinou que os suspeitos aguardassem julgamento em liberdade, condicionada “a apresentações diárias no posto policial da área de residência, a proibição de se ausentarem para o estrangeiro, com apreensão de passaporte, e de contactaram com a vítima e pessoas próximas desta”, adiantou a mesma fonte.

Segundo esta fonte, foi um “desentendimento” por “questões fúteis” que desencadeou as agressões e, depois, o esfaqueamento da vítima, em plena via, na segunda-feira.

O jovem foi assistido no local pelos Bombeiros Municipais e pelos elementos da viatura médica de emergência e reanimação do INEM e transportado em estado grave para o Hospital de Santo André, em Leiria.

Testemunhas oculares relataram à Lusa que a vítima estaria a fugir dos três alegados agressores quando foi alcançada na estrada e, depois de agredida com pontapés, esfaqueada.

“A vítima agarrou-se depois à porta de um veículo que ia a passar no local”, declarou uma testemunha, referindo que o condutor imobilizou o veículo e, com a ajuda de outros transeuntes, tentou socorrer o jovem.

Os suspeitos colocaram-se de seguida em fuga.

A vítima foi submetida a uma à barriga, tórax, pescoço e face, e encontra-se fora de perigo, adiantou fonte do hospital ao REGIÃO DE LEIRIA.

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.