A Orquestra de Jazz de Leiria, formada por 19 músicos profissionais do distrito, dá o concerto de estreia dia 1 de Abril, no Castelo de Leiria, anunciou o diretor musical, César Cardoso.

César Cardoso

Na conferência de imprensa de apresentação da orquestra, em Leiria, César Cardoso, membro do grupo Desbundixie, do Ensemble de Saxofones do Hot Club de Portugal, e da Big Band do mesmo clube, explicou que desenvolveu a ideia de criação da orquestra devido à sua experiência nesta área e à inexistência de uma “big band” em Leiria.

“Apresentei à câmara e, no final de várias conversas, apesar das dificuldades financeiras, conseguimos que, a nível logístico, fosse possível algum apoio”, disse César Cardoso.

O responsável adiantou que o facto de haver muitos músicos de jazz no distrito influenciou a decisão: “É uma comunidade ‘jazzística’ que já se conhece”.

“Temos muitos músicos, o que é ótimo, e há muitos a estudar, o que faz acreditar que o projeto tem pernas para andar”, continuou o diretor musical, acrescentando que a orquestra vai ter cinco saxofones, três trombones e uma tuba, cinco trompetes, além de vibrafone, piano, guitarra, contrabaixo e bateria.

César Cardoso reconheceu que o “vibrafone e a tuba não são muito usados em orquestras de jazz”, esclarecendo, contudo, que contribuem para “criar uma sonoridade diferente, o que traz benefícios”.

Os ensaios começaram em fevereiro, no Teatro Miguel Franco, em Leiria, e no concerto de estreia a recém-formada Orquestra de Jazz de Leiria, com elementos entre os 17 e os 32 anos, promete um repertório com clássicos, como Duke Ellington, Count Basie ou Ted Joans, mas também “um ou dois temas mais modernos”.

“Como é uma formação muito grande tem um impacto maior por ser no Castelo”, admitiu ainda o diretor musical da orquestra, esperançado que o público corresponda e que o projeto contribua para “divulgar o nome de Leiria no país e, quem sabe, fora dele”.

O primeiro concerto da Orquestra de Jazz de Leiria começa às 22:00 de dia 01 de abril e decorre no âmbito do projeto “Castelo de Sons”, uma organização do município e da Sociedade Artística Musical dos Pousos.

A iniciativa, que decorre até outubro, prevê a realização de um concerto mensal no Castelo de Leiria, percorrendo diversos estilos e vários séculos da história da música.

O valor do bilhete para cada concerto equivale ao custo de entrada no monumento, no máximo dois euros.