Assinar Edições Digitais
Sociedade

Novo assalto “à bomba” numa caixa Multibanco em Alcobaça

Um Multibanco foi esta noite assaltada com recurso a explosivos, provocando danos no edifício do Centro Cénico da Cela. Este é o segundo assalto do género registado em apenas dois dias em Alcobaça.

Uma máquina Multibanco foi esta noite assaltada com recurso a explosivos, provocando danos no edifício do Centro Cénico da Cela. Este é o segundo assalto do género registado em apenas dois dias no concelho de Alcobaça.

A GNR recebeu o alerta às 2h39 e deslocou-se ao local onde “foi comprovada a violação da caixa Multibanco, através de explosão, eventualmente com a introdução de gás”, disse à lusa fonte da GNR de Leiria.

“Eram 2h30 quando a funcionária do lar [em frente ao local onde se encontrava a caixa Multibanco] ouviu um grande estrondo e veio ver o que se passava mas já só viu um vulto a fugir”, disse José Dias, presidente do Centro Cénico e de Bem Estar Social da Cela (Alcobaça), onde a máquina se encontrava instalada.

O rebentamento do ATM provocou danos no edifício do Centro Cénico onde “rebentaram as portas e janelas”. No interior “as mesas ficaram danificadas e todas vergadas”, adiantou José Dias. A explosão causou ainda um incêndio que foi extinto pelo presidente do Centro Cénico ainda antes da chegada dos bombeiros.

O primeiro assalto teve lugar na madrugada de terça-feira, em Martigança. Em ambos os casos o assalto coincidiria com a data de abastecimento das máquinas caso, em Martigança, o mesmo não tivesse sido excepcionalmente adiado de segunda para terça-feira.

A GNR confirma que “o método usado é bastante semelhante” nos dois casos, que estão a ser investigados pela Polícia Judiciária (PJ).