Assinar Edições Digitais
Sociedade

Câmara da Nazaré vende veados em hasta pública

A Câmara da Nazaré vai alienar hoje, em hasta pública, 15 dos 33 veados que povoam o cercado do Pinhal de Nossa Senhora da Nazaré.

A Câmara da Nazaré vai alienar hoje, em hasta pública, 15 dos 33 veados que povoam o cercado do Pinhal de Nossa Senhora da Nazaré.

Os animais (nove machos e seis fêmeas) vão ser alienados por, segundo a câmara, o seu número ser demasiado elevado para o habitat onde estão inseridos, no cercado, junto à Praia do Norte.

A hasta pública terá lugar hoje, às 10:30, no edifício dos Paços de Concelho e a base de licitação será de 3.750 euros.

O repovoamento do Pinhal de Nossa Senhora da Nazaré com animais de médio porte, nomeadamente veados e gamos, nasceu de um projeto desenvolvido pela câmara municipal e pela Confraria de Nossa Senhora da Nazaré.

A opção pelos cervídeos surgiu como “uma evocação à lenda do milagre de D. Fuas Roupinho, num projeto que tem como principal objetivo criar um espaço natural protegido, orientado para a área da educação e sensibilização ambiental”, informa a autarquia em nota de imprensa.

Segundo a lenda, o alcaide D. Fuas Roupinho avistou um veado quando caçava e começou a persegui-lo até que o animal se dirigiu para uma falésia na Nazaré, onde, de súbito, surgiu um denso nevoeiro.

Quando o cavaleiro se deu conta estava no topo da falésia, em perigo de morte, mas reconheceu estar ao lado da gruta onde se venerava uma imagem de Nossa Senhora. Ao rogar “Senhora, valei-me”, o cavalo fincou as patas no bico rochoso suspenso sobre o vazio e D. Fuas salvou-se, enquanto o veado se precipitou para o oceano.

O alcaide mandou então construir no local uma capela.

Lusa