Assinar Edições Digitais
Sociedade

Câmara de Figueiro dos Vinhos anuncia venda de sete escolas desativadas

O presidente da Câmara de Figueiró dos Vinhos anunciou que o município quer vender sete escolas do 1º ciclo por um valor que ronda os 110 mil euros.

O presidente da Câmara de Figueiró dos Vinhos anunciou a intenção de vender sete escolas do 1º ciclo por um valor que ronda os 110 mil euros.

Escola do Carapinhal (foto: Rodas Voantes)

“É um preço baixo, mas que pretende também ser um incentivo”, explica Rui Silva à agência Lusa, sublinhando acreditar que com “a disputa” no ato de licitação a autarquia espera vender as escolas desativadas por uma verba mais elevada.

A sessão de hasta pública terá lugar no dia 16 de novembro no Salão Nobre do Município de Figueiró dos Vinhos, pelas 14:30.

O autarca lembra que algumas escolas estão em ruínas, pelo que o preço incide na prática sobre o terreno. É o caso dos estabelecimentos de ensino de Vale do Rio e Ponte de São Simão cuja base de licitação é de 7.356 e 3.820 euros, respetivamente.

A escola do 1º ciclo mais cara na hasta pública marcada para é a de Carapinhal, cujo valor mínimo de venda foi fixado em 28.330,40 euros, possuindo 1040 metros quadrados de terreno.

Rui Silva admite que no início de 2012 outras escolas deverão também ser alienadas em hasta pública, já que além destas sete “existem outras tantas sem utilidade”.

O presidente da Câmara de Figueiró dos Vinhos explica que os compradores das escolas “devem manter a traça arquitetónica” e resume uma das ideias que sustentam a alienação: “é melhor que sejam habitadas e vividas do que estarem ao abandono”.

Veja aqui as escolas à venda.

Lusa