Assinar Edições Digitais
Sociedade

Leiria é o terceiro distrito com mais mortos em acidentes rodoviários

Leiria é o terceiro distrito do país com mais mortos na sequência de acidentes rodoviários. Em 2011, já morreram 50 pessoas nas estrada do distrito.

Duas pessoas morreram por dia este ano nas estradas portuguesas em consequência de acidentes rodoviários, segundo dados da Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR).

Em 2011 os acidentes provocaram 50 mortos nas estradas da região (fotografia de arquivo)

Os acidentes nas estradas portuguesas provocaram 601 mortos entre 01 de janeiro e 15 de novembro, o que faz uma média de duas pessoas mortas por dia este ano, revelam os números da ANSR, quando se assinala o Dia Mundial em Memória das Vítimas das Estradas.

De acordo com a ANSR, este ano regista-se menos 35 vítimas mortais em relação ao mesmo período de 2010, quando morreram em acidentes rodoviárias 636 pessoas.

O distrito de Lisboa foi aquele em que os acidentes provocaram mais mortos (70), seguido do distrito do Porto (67) e do de Leiria (50).

Já os distritos com menos vitimas mortais este ano são Guarda e Bragança, com nove mortos.

Os números da ANSR, que reúne dados da PSP e da GNR, indicam também que os desastres causaram 2.036 feridos graves, menos 12,6 por cento (%) do que em 2010, quando ficaram gravemente feridas 2.334 pessoas.

A ANSR diz também que até 15 de novembro foram contabilizados 33.658 feridos ligeiros, contra os 38.183 do ano passado, representando uma diminuição de 11,8 (%).

Estes dados dizem respeito às mortes no local do acidente ou durante o percurso para o hospital e não incluem as regiões autónomas dos Açores e da Madeira.

Na quarta-feira, o ministro da Administração Interna, Miguel Macedo, manifestou-se empenhado em reduzir os acidentes rodoviários, especialmente em meio urbano, e anunciou que no próximo ano vão ser gastos quatro milhões de euros para a instalação de radares de controlo de velocidade.

Lusa