Assinar Edições Digitais
Cultura

Akuanduba Quinteto estreia-se em concerto no Orfeão de Leiria

O amor pela obra de Astor Piazzolla foi o motivo que fez um conjunto de músicos de Leiria formar o Akuanduba Quinteto, que se estreia terça-feira, 20 de Dezembro, com um concerto no Orfeão de Leiria.

O amor pela obra de Astor Piazzolla foi o motivo que fez um conjunto de músicos de Leiria formar o Akuanduba Quinteto, que se estreia terça-feira, 20 de Dezembro, com um concerto no Orfeão de Leiria.A formação, constituída por professores da Escola de Música do Orfeão de Leiria, apresenta-se com um concerto integral de Astor Piazzolla, onde o chamado Novo Tango se mistura com as raízes mais populares argentinas depuradas com o toque sofisticado da moderna música ocidental do final do século XX.

O concerto tem lugar no Auditório do Orfeão de Leiria, a partir das 19 horas, integrado no programa “Dias do Clarinete”.

O quinteto presta, assim, homenagem a Piazzolla, um dos mais aclamados músicos do século XX,tendo ido buscar o nome “Akuanduba” à mitologia indígena sul americana: a deusa Akuanduba protegia os povos e incentivava-os a viver em harmonia, porém quando tal não sucedia ela tocava uma flauta para os lembrar da necessidade de haver paz.

Os músicos do grupo têm formação clássica mas assumem o gosto por outros estilos: além do tango, abrem portas também ao jazz, bossa nova, world music e outros estilos musicais.

O Akuanduba Quinteto é formado por Catarina Fortunato (piano), Ilda Coelho (guitarra baixo, guitarra clássica), Manuel Lemos (clarinete e clarinete baixo), Margarida Neves (flauta transversal, melódica, pequena percussão) e Sónia Leitão (guitarra semi-acústica, guitarra clássica).