Assinar Edições Digitais
Sociedade

Caso dos cães envenenados na Praia Velha de S. Pedro de Moel em tribunal

O envenenamento de cães na Praia Velha de S. Pedro de Moel já chegou a tribunal. A Câmara da Marinha Grande garante preparar um plano para “debelar” a proliferação de animais.

A Câmara da Marinha Grande garante estar a preparar um plano para “debelar” a proliferação de cães abandonados na zona da Praia Velha.

Envenenamento dos animais está a ser investigado

“Estamos a trabalhar no sentido de debelar a situação e quando essa ação estiver acertada vamos tomar as diligências necessárias, de acordo com a situação no terreno que não é fácil”, garante Paulo Vicente, vice-presidente da Câmara.

A existência de cães vadios já resultou no envenenamento de animais e o caso já está nas mãos da Justiça. Isso mesmo assegura o Conselho Local do Centro do PAN – Partido pelos Animais e pela Natureza.

Esta entidade alertou o Serviço de Proteção da Natureza e do Ambiente da GNR (SEPNA), a Direção Geral de Veterinária (DGV) e da Câmara Municipal da Marinha Grande, visando “apurar a responsabilidade pelo abandono e/ou envenenamento dos cães e reclamar a aplicação das respetivas sanções”.

De acordo com o PAN, a DGV adianta estar em contacto com a Câmara da Marinha Grande “para acompanhar a situação, com vista à sua resolução”.

Já o SEPNA esteve no local, elaborou um auto de notícia e remeteu-o ao Tribunal da Marinha Grande, avança o PAN, lamentando não ter recebido resposta por parte da autarquia.

(notícia publicada na edição de 10 de fevereiro de 2012)