Assinar Edições Digitais
Desporto

Empresa de Leiria aproveita moda do tabaco de enrolar

A partir da Bidoeira, a DLP chega a 15 mil pontos de venda por semana e nos últimos dois meses somou seis milhões de euros em faturação. A exportação para os PALOP está no horizonte.

No ano passado, o comércio de tabaco de enrolar cresceu 1.033 toneladas. Os fumadores portugueses parecem estar a mudar de hábitos, escolhendo um produto mais barato, ideia que ganha força com a diminuição de 9% nas vendas de cigarros, ocorrida no mesmo período (dados da Autoridade Tributária Aduaneira ao site Dinheiro Vivo).

Marco Belo Galinha (à esquerda) com o diretor comercial da DLP (fotografia: Joaquim Dâmaso)

Entretanto, há uma empresa de Leiria a querer aproveitar a moda. Com sede na Bidoeira, a DLP faturou cinco milhões de euros em 2011, mas só nos últimos dois meses (Dezembro e Janeiro) o volume de negócios tocou os seis milhões.

Constituída em 2009, a DLP reúne oito distribuidores na sua estrutura, incluindo a Leirivending, também de Leiria. E comercializa as marcas de tabaco de enrolar DL5 e DL, que já são as mais vendidas, garante Marco Belo Galinha, um dos administradores.

Criada com o intuito de dinamizar marcas nacionais, como a Denim, a DLP procura explorar nichos de mercado.

Marco Galinha acredita que “há condições para voltar a produzir tabaco em Portugal [em massa] e criar riqueza num sector que já valeu oito mil postos de trabalho”. Exportar, sobretudo para os PALOP, também está no horizonte.

Por enquanto, a empresa depende da importação e usa a rede de distribuição dos acionistas para chegar a 15 mil pontos de venda por semana, revela o administrador.

(notícia publicada na edição de 17 de fevereiro 2012)

Cláudio Garcia
claudio.garcia@regiaodeleiria.pt