Assinar
Saúde

Cadeira Móvel Autónoma é projeto inovador lançado pela ESTG Leiria

É ativada pelo reconhecimento ocular e pela voz do utilizador. O kit portátil, de baixo custo, pode ser adaptado a qualquer cadeira de rodas convencional, tornando-a autónoma.

Um portátil, uma placa de aquisição de dados, dois motores, duas rodas, uma webcam, um capacete e um microfone misturados com “o génio” do professor João Pereira. Assim nasce este projeto e por cerca de mil euros.

Numa última fase, o utilizador necessitará apenas do capacete e de um microfone para controlar a cadeira (fotografia: Joaquim Dâmaso)

“O objetivo é implementar este kit portátil em cadeiras convencionais que existem num hospital, não sendo necessário substituílas”, sublinha Patrício Domingues, coordenador do departamento de Engenharia Informática da ESTG.

O protótipo custou cerca de mil euros, sendo que metade do valor diz respeito ao custo do portátil. No mercado,
uma cadeira elétrica com sistema inteligente ronda os dez mil euros.

Em setembro de 2011, foi lançado o desafio aos alunos do curso de informática para a saúde, que ficaram incumbidos de desenvolver, em quatro meses, o software do sistema.

Leia a notícia completa na página 38 da edição de 16 de março de 2012.

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.