O coro Ninfas do Lis, de Leiria, conquistou três prémios no Freamunde International Choir Competition, que juntou coros de vários pontos da Europa.

Ninfas do Lis

A formação leiriense venceu o primeiro prémio na categoria de música sacra para vozes iguais, o prémio para a melhor interpretação de uma peça sacra de autor português (com “Es nasçido”, de D. Pedro de Cristo) e arrebatou ainda o Prémio do Público.

A competição, que decorreu entre 12 e 15 de julho, juntou os coros Academic Choir of the Technical University of Lodz (Polónia), Coro Anonymus (Portugal), Coro de Câmara da Academia de Música de Castelo de Paiva (Portugal), Coro do CiRAC (Portugal), Noorte Segakoor Vox Populi (Estónia), Te Deum Adoramus Chamber Ensemble (Bulgária), Ukrainian National Children Chorus “Pearls of Odessa” (Ucrânia) e Viroonia (Estónia), para além das Ninfas do Lis.

Segundo Mário Nascimento, que dirige as Ninfas do Lis, o nível dos coros participantes foi “muito elevado”, com “coros estrangeiros a cantarem com uma qualidade extraordinária”.

Os prémios representam para o coro feminino de Leiria “um reconhecimento da qualidade, quer por parte dos qualificados elementos do júri, quer pelo público”.

Mário Nascimento desta ainda os “extraordinários momentos de convívio entre os elementos do coro” durante o concurso, onde, “para além das qualidades musicais, foi muito elogiada a distinta atitude do coro em palco e a alegria que transmitia para o público”.