Assinar
Desporto

Quadrado de relva sintética desaparece do campo da Boa Vista

No local eram visíveis várias pegadas e marcas do trajeto que o tapete de relva terá feito até uma viatura. Calcula-se que terão usado um objeto cortante para arrancar o piso

O inesperado aconteceu no campo de futebol 11 da Boa Vista. Um pedaço de relva sintética com cerca de 7 m2 foi roubado durante a noite.

O clube, que joga na I divisão distrital, começou os treinos no dia 27 de agosto e abandonou o recinto desportivo pelas 23 horas, trancando todas as entradas, conta Amílcar Lagoa, vice-presidente do Grupo Desportivo e Recreativo da Boavista.

No dia seguinte de­parou-se com o furto. “Hoje [terça-feira] chegámos aqui, pelas 16h30, e demos com isto assim”, afirmou o dirigente, referindo-se ao pedaço que fora cortado junto à linha lateral do campo.

No local eram visíveis várias pegadas e marcas do trajeto que o tapete de relva terá feito até uma viatura. Calcula-se que os indivíduos terão usado um objeto cortante para arrancar o piso. O sintético foi cortado ainda em mais quatro metros.

Com piso sintético há cerca de cinco anos, o clube, que ainda não pagou toda a obra, enfrenta agora uma despesa superior a três mil euros, para conseguir arranjar o relvado. “Vai ser complicado encontrar relva desta qualidade e terá que ser tudo cosido. Até o senhor da empresa, que coloca os campos há dezenas de anos, diz não se recordar de nenhuma situação deste género”, disse Amílcar Lagoa.

Até o campo ficar arranjado, o Boavista não poderá utilizar o espaço para jogos oficiais.

Leia na edição de 31 de agosto de 2012.

Marina Guerra
marina.guerra@regiaodeleiria.pt 

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.