Assinar
Cultura

“Arte e Autismo” nas escolas de Leiria

Nasceu um novo projeto na Escola Secundária Domingos Sequeira, em Leiria, dirigido a alunos com autismo. A arte surge como denominador comum.

Projeto decorre até ao fim do ano na Escola Domingos Sequeira, além de outras do concelho de Leiria

Nasceu um novo projeto na Escola Secundária Domingos Sequeira, em Leiria, dirigido a alunos com autismo. A arte surge como denominador comum da iniciativa que prevê a dinamização de ateliês de pintura, cerâmica e artes plásticas, com o apoio dos alunos do curso de artes do 12º ano.

Cada jovem com autismo terá a oportunidade de trabalhar na área da sua preferência e vocação. As obras produzidas serão, no final do programa, divulgadas e apresentadas à comunidade, podendo vir a ser realizado um leilão das peças de arte.

Segundo João Teodósio, presidente da Associação Portuguesa para as Perturbações do Desenvolvimento e Autismo de Leiria (APPDA Leiria), o projeto “Arte e Austismo” enquadra-se no alargamento da escolaridade obrigatória ao ensino secundário, sendo que este é o primeiro ano em que alunos com necessidades educativas especiais frequentam o 10º ano.

Na sessão de apresentação do projeto Arte e Autismo, sexta-feira da passada semana, João Teodósio destacou o objetivo da ação: “sensibilizar a comunidade e a área educativa” para a perturbação do espetro do autismo, promovendo a integração social e cultural.

As atividades iniciaram dia 9 de outubro e têm duração prevista até final do ano.

O dirigente associativo afirmou ainda que a “solidariedade tem sido uma ajuda preciosa” para a associação, pelo que “a escola Domingos Sequeira não foi escolhida por acaso, mas devido ao seu historial nestas iniciativas”. Porém, o projeto decorrerá também na EBI das Colmeias, na EB 2,3 José Saraiva e na EB 2,3 dos Marrazes.

(Notícia publicada na edição de 4 de outubro de 2012)

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.