Assinar
Cultura

Grupo Proteção Sicó salva em Pombal anta megalítica com 5000 anos

Voluntários do Grupo Proteção Sicó impediram a ruína da Anta da Arroteia, o único monumento megalítico do concelho de Pombal, com cerca de 5.000 anos.

Barrotes evitaram a derrocada (fotografia: GPS – Gustavo Medeiros)

Quinze voluntários do Grupo Proteção Sicó (GPS) intervieram no final de outubro na Anta da Arroteia – o único monumento megalítico do concelho de Pombal, com aproximadamente 5.000 anos de existência.

A estrutura corria risco de ruir, devido à realização de escavações ilegais ao longo dos últimos anos, mas está agora a salvo.

O trabalho foi realizado sob supervisão da Direção Regional da Cultura do Centro e com o apoio da Junta de Freguesia de Pombal. Os elementos do GPS utilizaram barrotes para suportar os esteios da anta e colocaram uma camada de geotêxtil e brita para proteger o material arqueológico existente no interior.

Em breve, o monumento será um dos pontos de paragem de um percurso pedestre de dez quilómetros, projetado pelo Grupo Proteção
de Sicó.

(Notícia publicada na edição de 2 de novembro de 2012)

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.