Assinar Edições Digitais
Cultura

Capitão Ortense vencem Hard Rock Rising 2013 e vão tocar ao Optimus Alive

Os Capitão Ortense, de Fátima, venceram o concurso Hard Rock Rising Lisboa, garantindo o direito a tocar no festival Optimus Alive e o apuramento para a fase internacional da competição.

Os Capitão Ortense, de Fátima, venceram segunda-feira o concurso Hard Rock Rising Lisboa, garantindo o direito a tocar no festival Optimus Alive e o apuramento para a fase internacional da competição.

Ainda a recuperar da atuação e da festa, o vocalista/guitarrista João Catarino assume a importância desta vitória para os Capitão Ortense:

“É uma grande conquista que nos vai projetar no mundo da música da forma como queremos”, afirma, recordando o trajeto ascendente nos dois anos e meio de existência da banda: “Isto é resultado da nossa união e de muito trabalho”.

João Catarino, Pedro Serralheiro, Pedro Gonçalves e Ricardo Mendes formam esta banda de quatro amigos que se conheceram quando frequentavam o Centro de Estudos de Fátima.

Tocaram juntos na escola e noutros projetos, até que se resolveram juntar enquanto Capitão Ortense, uma banda que aposta em rock português, com inspiração assumida nos Ornatos Violeta e Linda Martini. “É rock para todas as idades, com essa inspiração e o nosso travo”, explica João Catarino.

Depois de terem passado uma fase de votação online, “que deu muito trabalho, porque tivemos de mobilizar muita gente e aumentar o círculo de conhecimento da banda”, os Capitão Ortense passaram pelas semi-finais e conquistaram a preferência do júri na final. Foi João Pedro Pais, um dos jurados, quem anunciou segunda-feira o vencedor.

“O processo foi-se tornando cada vez mais complicado. O nível de exigência aumentou e por isso o concurso teve a dificuldade que teve, porque as bandas eram todas muito boas, com muita qualidade. Quando ouvi o nosso nome, nem sei bem o que senti, fiquei estupefacto, sem palavras. Foi uma grande felicidade”, recorda o vocalista.

Agora, os Capitão Ortense vão representar Portugal e o Hard Rock Lisboa na fase internacional do concurso. Para já entram numa votação online com 95 bandas a nível mundial.

“Se a fasquia era alta, agora é gigante. Vai ser muito trabalhoso, vamos esforçar-nos muito e precisamos da ajuda de toda a gente, de Portugal inteiro, para podermos sair e mostrar a nossa música, feita em português, nos palcos do mundo. Vamos tentar e ver como corre!”, promete João Catarino.

Capitão Ortense na final do Hard Rock Rising (fotografia: Rui M. Leal)