A torre sineira do Convento do Louriçal, concelho de Pombal, está a precisar de obras, mas as religiosas não têm verbas para custear a intervenção.

Torre do Convento do Louriçal (fotografia: Pedro Miguel Santos)

E a queda de um relâmpago sobre a estrutura veio agudizar o problema. O raio, que atingiu a torre na sexta-feira passada, provocou apenas algumas avarias no sistema elétrico do convento. Mas reacendeu a preocupação das religiosas.

“Há muito que a torre precisava de uma intervenção e esta situação veio aumentar a urgência de obras”, explica a Irmã Fátima, acrescentando que “tratando-se de um edifício classificado, cujos trabalhos têm de obedecer a determinadas regras”, as Clarissas não têm verba para realizar a intervenção.

Já os prejuízos elétricos causados pelo raio (máquina de lavar roupa, campainha, eletrificação dos sinos) estão ainda a ser avaliados e serão solucionados por fases, acrescenta.

(Notícia publicada na edição de 28 de fevereiro de 2013)