Assinar Edições Digitais
Cultura

Henrique Pinto sai da presidência do Orfeão, Carlos Vitorino é o substituto

O Orfeão de Leiria anunciou hoje que Henrique Pinto vai deixar a presidência do Orfeão de Leiria, depois de três décadas à frente da instituição.

O Orfeão de Leiria anunciou hoje que Henrique Pinto vai deixar a presidência do Orfeão de Leiria, depois de três décadas à frente da instituição.

Henrique Pinto assumiu a liderança do Orfeão de Leiria em 1983

Em comunicado divulgado hoje, Henrique Pinto afirma ter “consciência absoluta” de que o que é o hoje o Orfeão de Leiria foi conseguido “com o contributo e o esforço de muitos, dentro da casa e, de forma substantiva, fora dela, no ambiente social, cultural, educativo e político regional e nacional”.

O responsável sai “com a consciência tranquila de neste posto bem ter servido a instituição, a causa da cultura, a comunidade e o país, que hoje mesmo cesso aqui as funções inerentes a este cargo de presidente da direção, que, mercê do trabalho visível se tornou tão prestigiante”.

No lugar de Henrique Pinto fica Carlos Vitorino, vice-presidente, que, segundo Henrique Pinto, se vem preparando para o cargo:

“Desde março de 2012 que se vem operando a mudança mais ou menos silenciosa; primeiro de forma tutelada, até julho de 2012, e depois, feito o desmame nalguns casos, com a máxima liberdade no exercício de cada pelouro, coordenado pela direção como um todo, claro está, e em especial pelo presidente. As pessoas têm vindo a fazer uma aprendizagem do futuro”.

Sobre o novo líder do Orfeão, que é também vereador na Câmara de Leiria eleito pelo PSD, Henrique Pinto considera Carlos Vitorino “mais que preparado para, a partir de hoje, me substituir no cargo de presidente da direção, e com certeza com igual ou mais empenho ao que eu entreguei a esta missão”.

No comunicado não foram avançadas razões para a saída de Henrique Pinto.