Assinar Edições Digitais

Morreu o agente de execução baleado com tiro de caçadeira em Alcobaça (atualizada)

O agente de execução atingido esta tarde com um tiro de caçadeira quando procedia a uma ação judicial, no lugar de Rebelos, freguesia de Cela, em Alcobaça, acabou por falecer.

O agente de execução atingido esta tarde com um tiro de caçadeira quando procedia a uma ação judicial, no lugar de Rebelos, freguesia de Cela, em Alcobaça, acabou por falecer.

rebelosA morte do agente foi confirmada ao REGIÃO DE LEIRIA por Pedro Pombo, adjunto do comando dos Bombeiros Voluntários de Alcobaça. A prestação da assistência médica decorreu no local, mas a vítima não resistiu aos ferimentos.

O caso ocorreu pouco depois das 15 horas, quando militares da GNR se encontravam nas imediações no âmbito da ação de execução.  O executado, com cerca de 55 anos, terá ido buscar uma caçadeira “sem que  nada o fizesse prever” e “disparou contra o agente, atingindo-o na cabeça”, adiantou fonte da GNR ao nosso jornal.

O agressor barricou-se de seguida no interior da vivenda de primeiro andar onde reside. A GNR tentou durante várias horas contactar o suspeito, que se entregou às autoridades policiais perto das 3 horas da manhã de sábado, tendo sido formalmente detido.

Depois de ouvido no Tribunal de Leiria, o indivíduo recolheu ao Estabelecimento Prisional Regional de Leiria em regime de prisão preventiva.

Martine Rainho
martine.rainho@regiaodeleiria.pt