Grupos e instrumentistas de Portugal, Espanha, Alemanha, França, Itália, Holanda, Polónia, Grécia, Letónia, Lituânia, Rússia e Japão começam hoje a dar o seu melhor na terceira edição do Concurso Internacional de Música de Câmara “Cidade de Alcobaça” (CIMCA).

1390587_584959548206638_690991897_nAo todo são cerca de 24 formações a concurso e perto de 70 músicos, divididos entre as duas categorias, Júnior e Sénior, que vão passar pelo Cine-Teatro de Alcobaça. As finais são a 1 de novembro.

Em causa está um prémio de 2.500 euros para os vencedores da categoria Júnior, que terão ainda oportunidade de se apresentarem em concerto no Cistermúsica – Festival de Música de Alcobaça de 2014. Para a Categoria Sénior, o prémio em jogo é de 4.000 euros, também com concertos no próximo  Cistermúsica – Festival de Música de Alcobaça, Festival Internacional de Música de Câmara de Stellenbosch (África do Sul, 2014) e Centro Cultural de Belém (2014).

O estabelecimento da parceria internacional com o festival de Stellenbosch é, aliás, uma das principais novidades desta edição.

O júri é composto por António Rosa (presidente do júri e diretor artístico), Abel Pereira (Orquestra Sinfónica do Porto Casa da Música e ESMAE), Aníbal Lima (Academia Nacional Superior de Orquestra), Antonio Pompa-Baldi (Cleveland Institute of Music), Jean-François Lézé (Escola Profissional de Viana do Castelo) e Luiz Fernando Pérez Herrero (Escuela Superior Reina Sofia, Madrid).

Mais informações em www.cimca.eu.