Assinar
Cultura

Silence 4: Leiria quer mais do que um regresso

Confirmado o reencontro para dois concertos em Lisboa e Guimarães, os fãs de Leiria pedem uma atuação na cidade que viu nascer o grupo de David, Sofia, Rui e To Zé.

Em 2011 alguém pediu no Facebook para “Trazer os Silence 4 de volta por uma noite – Uma noite, um concerto!”. Milhares aderiram ao repto. Esta semana a banda de Leiria que fez história na música portuguesa não só lhes fez a vontade como foi mais longe: foram anunciados dois concertos neste inesperado regresso: dia 29 de março no Multiusos de Guimarães e a 5 de abril no Meo Arena, em Lisboa.

Mas onde há fãs há insatisfação. Sobretudo em Leiria, que viu nascer os Silence 4 e que viveu intensamente os cinco anos de carreira da banda.

No Facebook também, logo após o anúncio dos concertos de Guimarães e Lisboa, surgiu um movimento reclamando um espetáculo em Leiria. Em poucas horas, “Queremos um concerto dos Silence 4 em Leiria” agregou mais de 2.500 “gostos”.

“Leiria deu-lhes muito… Agora acho que merecem pelo menos mais uma vez os nossos aplausos…”, comentou na página Renato Vieira, um dos vários fãs que se manifestaram. A iniciativa quer os Silence 4 a tocar em casa e sugere local e tudo: o Estádio Municipal de Leiria.

Regresso com causa

Comentando o pedido de regresso em 2011, tanto Rui Costa como To Zé Pedrosa assumiam ao REGIÃO DE LEIRIA ser complicado. “Se uma certa situação fosse eventualmente ultrapassada de forma muito boa, positiva e saudável, estaria aberto a tudo”, afirmava há quase três anos o baixista Rui Costa.

capa06
A banda em Londres, em 2001, pouco antes do final. A recuperação de Sofia Lisboa inspira a reunião (fotografia de arquivo: Pedro Costa)

A situação, não declarada, era o debilitado estado de saúde de Sofia Lisboa. Nos últimos anos, a dona da voz feminina da banda lutou para ultrapassar uma leucemia e é a sua recuperação que catalisa esta reunião, que surge a convite da própria Sofia Lisboa.

Os concertos são, assim, uma forma de agradecimento público a quem ajudou a vocalista, personificado na parceria com a Liga Portuguesa Contra o Cancro (LPCC)”. Por cada bilhete vendido (os preços variam entre os 23 e os 31 euros), 1 euro será doado à instituição pelos Silence 4.

“É um regresso às origens pelas melhores razões!”, considera Rui Costa, feliz por “voltar a tocar com a única banda para a qual senti vontade de compor música”. Em palco, os Silence 4 revisitarão canções que continuam na memória, como “Borrow”, “Angel song” ou “My friends”.

David Fonseca assume ser uma honra voltar a tocar os sucesso antigos “mas, acima de tudo, sinto-me feliz por estar a fazê-lo neste contexto. O convite da Sofia para reunirmos os Silence 4 acaba por significar algo maior do que as canções”.

Para Sofia Lisboa, “convidar o David, o Tó Zé e o Rui para este reencontro é celebrar a vida, contribuir com gratidão para esta causa e cumprir a promessa silenciosa que fiz aos meus companheiros de luta. Com este reencontro ajudamos a LPCC mas queremos relembrar que ajudar também é gratuito. Dar sangue e medula é muito mais que ajudar, é dar Vida e isso não tem preço”.

(Notícia publicada na edição de 12 de dezembro de 2013)

ML

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.