Assinar Edições Digitais
Mercado

Medronho atrai projetos em Pedrógão Grande

A produção organizada de medronho no concelho de Pedrógão Grande é uma alternativa económica para as populações dos concelhos do norte do distrito de Leiria e da região centro.

Um investimento de 150 mil euros pretende fomentar a produção organizada de medronho no concelho de Pedrógão Grande, uma alternativa económica para as populações dos concelhos do norte do distrito de Leiria e da região centro.

IMG_7540De acordo com a Associação dos Produtores e Proprietários do Concelho de Pedrógão Grande (APFLOR), encontram-se em fase de lançamento dois projetos orientados para a plantação de medronheiro, cada um com investimento estimado em 75 mil euros.

Apesar do medronho ser considerado património natural de Pedrógão Grande, a APFLOR explica que não existe, atualmente, no concelho, produção organizada deste fruto silvestre, que pode ser comercializado para consumo em fresco (tem alto valor como antioxidante) ou na produção de aguardentes e compotas.

Os promotores dos projetos que a associação está a apoiar, ainda em estudo, são dois proprietários florestais locais que admitem instalar cerca de 30 hectares de medronheiros, no total. A iniciativa deverá ter financiamento público ao abrigo de uma candidatura ao programa Proder.

A plantação de medronheiros na região centro tem conhecido um novo impulso, através de promotores que procuram a exportação e a diversificação do uso deste fruto vermelho proveniente do arbusto arbutus unedo.

Em Coimbra, a Escola Superior Agrária de Coimbra está a desenvolver dois projectos de investigação sobre medronheiros, um dos quais com duas ex-alunas que criaram uma empresa, a GreenClon, para produzir as plantas através de clonagem, informa a agência Lusa numa notícia disponível na internet.

Já no concurso Arrisca C 2012, dirigido às universidades e politécnicos, tinha sido premiado o projeto MedroJelly4Diet, dedicado à produção e comercialização de doces, compotas e geleias de medronho para consumidores diabéticos ou com excesso de peso.

(Notícia publicada na edição de 6 de março de 2014)