Assinar Edições Digitais
Cultura

Yesterday. Boa Vista mora nesta música de impossibilidades (download grátis)

Vamos encontrar a Boa Vista no novo trabalho de Pedro Augusto? É difícil, mas a inspiração do músico de Leiria vem de está lá. Descarregue o disco “The Waiting” aqui.

A partir de hoje, 7 de abril, Yesterday disponibiliza gratuitamente “The Waiting”. O REGIÃO DE LEIRIA associa-se ao lançamento e faculta o download legal, propondo ainda a impressão da capa criada pelo músico.

Download do disco, da capa e informações aqui.

Como preparar o envelope-capa:

Há uma impossibilidade nas músicas tranquilas, doces e confortáveis de Yesterday. A viver e trabalhar em Lisboa há vários anos, Pedro Augusto encontra em Leiria, concretamente em casa, na Boa Vista, sentimentos que dão origem a sons que depois evoluem em músicas. “Há ligações a Leiria, mas estão escondidas”, assume o músico. Os seus discos, incluindo “The Waiting”, que é lançado segunda-feira, “vivem muito de um sentimento ou da sua negação – ou seja, eu quero ficar em Leiria, numa espécie de bolha, mas tenho, no extremo oposto, de sair. É desta impossibilidade que nascem as músicas”.

Pedro Augusto tem mantido uma relação intensa mas discreta com a produção enquanto Yesterday. “As minhas expectativas para este álbum continuam a não ser altas”, diz, a dias de revelar o sexto disco em 13 anos. “Penso que os outros e a minha família têm mais expectativas para ele do que eu”. É para responder a elas que lança “The Waiting”, utilizando as potencialidades da internet para chegar mais longe: “Torna tudo bastante fácil e podemos divulgar algo e não nos sentirmos culpados por isso”.

O novo disco vai ser disponibilizado online, esquecendo a via tradicional da edição. “Nos outros álbuns ainda tinha a ideia – ingénua? – de que o passo depois da gravação era tentar chegar a uma editora. Neste estou mais resolvido nesse aspeto”. Pedro Augusto não quer chegar a um público massificado, ou não assumisse que o grande prazer que é o de registar o que cria. Também por isso, e pelas condicionantes e exigências envolvidas, não se preocupa com apresentações ao vivo. “Entro no jogo como quem lança algo ao ar e vê quem apanha, mas que, ao mesmo tempo, não pode estar à espera que alguém, de facto, apanhe”.

Há outra ligação a Leiria neste disco: uma violinista, aluna do Orfeão, participou nas gravações e o músico usou o piano do conservatório para gravar “The Uniter”, um tema do álbum que Yesterday mostra ao vivo esta sexta-feira, num mini-concerto na Rota do Chá, no Porto. Mas o verdadeiro prazer será concretizar outras ideias. Como a de apresentar a sua música via internet, ao vivo, “num sítio escolhido por mim, no meio do nada, provavelmente”. Quem sabe na Boa Vista. Sem ter de esperar por nada nem por alguém.

Manuel Leiria
manuel.leiria@regiaodeleiria.pt

Clique para fazer download de "Yesterday"