Assinar
Sociedade

Bairro dos Anjos reduz encargos com piscinas em 185 mil euros

A renegociação de contratos permitiu ao clube reduzir, num ano, os custos das três piscinas do concelho de Leiria em cerca de 23%. Ainda assim registou um saldo negativo de 58 mil euros.

Em apenas um ano, o Bairro dos Anjos (BA) reduziu o custo das três piscinas municipais (Leiria, Maceira e Caranguejeira) de 785 mil para 600 mil euros. Para o efeito contribuiu a renegociação de contratos com vários fornecedores.

piscinas 00
O Bairro dos Anjos assumiu a gestão das piscinas municipais há um ano (fotografia: Joaquim Dâmaso)

O contrato programa, celebrado por quatro anos, entre a Câmara de Leiria e o clube permitiu por outro lado uma poupança de 200 mil euros/ano ao município que deixou de pagar 300 mil euros em indemnizações compensatórias à Leirisport (2011) para atribuir no último ano um subsídio de 92 mil euros ao BA para apoio à gestão das piscinas da Maceira e da Caranguejeira.

Rodrigo Cardoso, vice-presidente do clube, sublinha no entanto os resultados negativos e defende a alteração do tarifário para contrariar os prejuízos, nomeadamente o fim dos descontos de 50% para o público livre e para as pistas, praticados entre as 7h30 e as 16h45 na piscina de Leiria.

Segundo o responsável, os preços atuais não cobrem sequer os custos da água, eletricidade e gás. “Nos custos totais é o descalabro”, acrescenta, referindo que a concordância do BA com a tabela que já estava em vigor se deveu à “inexperiência” do clube nesta matéria.

“Fiz uma consulta a nível nacional e em lado nenhum encontrei uma piscina que cobre menos de dois euros por pessoa”. Em Leiria, no horário económico, a entrada custa 0,97 euros, e 0,77 para os portadores do cartão jovem.

Martine Raínho
martine.rainho@regiaodeleiria.pt

Leia a notícia completa na edição de 31 de julho de 2014

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.