Há, pelo menos, 25 empresários interessados em investir na Escola Tecnológica Artística e Profissional de Pombal (ETAP). A garantia foi dada pelo presidente da Câmara, Diogo Mateus, terça-feira, durante uma reunião do executivo em que foi discutido o plano estratégico e as contas provisionais da escola para o quadriénio 2014-2017.

etapO autarca revelou que reuniu com 25 empresários do concelho, e que todos eles se mostraram interessados em colaborar no aumento do capital social da escola. “Percebem que isto é uma questão de responsabilidade social e as vantagens de participar no projeto”, justificou.

Recorde-se que a autarquia de Pombal anunciou, em julho, um plano de recuperação para a ETAP que incluía, entre outras medidas, um aumento do capital social da escola na ordem dos 300 mil euros – verba que depende da entrada em jogo de novos acionistas. “São participações de cinco mil euros cada, serão precisas 40 empresas”, lembrou ao autarca, frisando que o contacto com os futuros acionistas tem de ser feito “um a um”.

Diogo Mateus respondia assim às críticas da oposição socialista que considerou o aumento de capital previsto “insuficiente para as necessidades da empresa”, para a qual se perspetiva um prejuízo superior a 124 mil euros em 2014. “É preciso chamar à responsabilidade o sector empresarial, que são aqueles que vão lucrar com a formação dos jovens”, argumentou o vereador Jorge Claro.

Além do reforço de capital, o plano estratégico prevê o aumento do número de alunos e a diversificação das atividades de formação da ETAP.

Sandra Ferreira
sandra.ferreira@regiaodeleiria.pt