Select Page

Desesperado para encontrar destino para 17 cães saídos da rua

Desesperado para encontrar destino para 17 cães saídos da rua

A vida dá muitas voltas e esta não será a melhor altura na vida de Carlos Bernardes, um mecânico de camiões reformado que passou mais de 25 anos emigrado no Brasil.

Obrigado a sair de casa, por motivos financeiros, para outra onde não terá espaço exterior, não consegue continuar a cuidar dos 17 cães que ao longo dos anos recolheu das ruas e alimentou, com “todo o amor e carinho”.

“Não consigo cuidar mais deles. Acabou-se o dinheiro. Durante anos uma pessoa vai tirando [das poupanças] e não põe. Não há mais. Tenho muito amor e carinho para dar aos animais mas não tenho condições de os alimentar e me alimentar a mim também”, explica.

(clique para ver as restantes fotografias da fotogaleria)

Carlos Bernardes, de 76 anos, já bateu a várias portas a pedir ajuda mas sem efeito. Os canis estão lotados e as associações de proteção animal de Leria e Marinha Grande também não têm vaga para acolher os animais, ainda que todos se tenham mostrado solidários com a causa.

Emocionado, admite que não vai sair da moradia onde vive, na zona da Estação-Leiria, sem que todos os cães tenham um novo telhado, “um lugar sério para ficar”. “Nem que tenha que ir para o meio da praça [Rodrigues Lobo] com eles num caixote para lhe conseguir dar um futuro”, realça.

Os animais são, na sua maioria, rafeiros, de várias idades, tamanhos e cores. Uns foram recolhidos do caixote do lixo, ainda cachorros, outros da rua e já adultos. Alguns têm algumas mazelas, fruto de aventuras da vida nas ruas. “Parte-me o coração ver um animal abandonado, jogado fora. Eles não têm culpa da irresponsabilidade das pessoas”, refere.

À procura de quem o possa ajudar, Carlos Bernandes lança um apelo desesperado aos amigos dos animais, “nem que seja só para acolher um dos 17”. “Já será uma grande ajuda”, considera.

Os interessados em ajudar Carlos Bernardes podem entrar em contacto através do email bernardes_carla@sapo.pt e solicitar fotografias ou dados sobre os cães que precisam de uma nova casa para viver.

(artigo publicado na edição de 9 de março de 2017)

Marina Guerra (texto)
marina.guerra@regiaodeleiria.pt
Joaquim Dâmaso (fotos)
joaquim.damaso@regiaodeleiria.pt

4 Comentários

  1. marina

    conheco bem a dor de estar nessa situacao

    Responder
  2. Susana Bento

    Boa tarde, já tentei enviar email a pedir informações e para adotar um dos animais e não consigo, da erro no email que informam

    Responder
    • Cristina

      Bom dia,Susana. Talvez tenha havido um engano no endereço eletrónico. O senhor é Carlos Bernardes, experimente bernardes_carlos@sapo.pt em vez de Carla.

      Responder

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Siga-nos

Primeira Página

Semana de Moldes 2018

Publicidade

Pergunta da semana

A carregar

Concorda com a criação de um imposto para financiar a Proteção Civil?

Obrigado pelo seu voto!
Já votou nesta pergunta!
Selecione uma das opções!

Share This