Select Page

Água e lama inundam ruas e caves na Quinta de Santo António, em Leiria

Àgua e lama tem dificultado a vida aos peões na Quinta de Santo António, freguesia de Marrazes e Barosa

A rutura de um coletor na Quinta de Santo António, em Leiria, devido à pressão da água e terras arrastadas a partir das obras em curso nos terrenos da antiga Proalimentar, estará na origem do alagamento de terrenos e inundações de ruas e caves.

O problema arrasta-se há cerca de um mês, mas ganhou dimensão com a intensidade das últimas chuvas.

Com o agravamento da situação na passada sexta-feira e “as caves cheias de água”, particulares tomaram a iniciativa de abrir, com recurso a uma máquina, um rasgo até à estrada para “aliviar a pressão causada” no terreno onde as águas se acumularam e desviar as águas do prédio mais próximo.

Segundo apurou o REGIÃO DE LEIRIA no local, foi solicitada em mais do que uma ocasião a intervenção da Câmara de Leiria, dos Serviços Municipalizados de Água e Saneamento e dos responsáveis pela obra de construção do Leroymerlin, mas “sem sucesso”.

O desvio das águas e lamas para a estrada tem, pela sua quantidade, complicado entretanto a circulação de peões e automóveis, chegando a impedir o atravessamento das ruas.

Esta quarta-feira, com o agravamento da precipitação, houve novas inundações, que suscitaram novos pedidos de ajuda à Câmara.

O REGIÃO DE LEIRIA pediu hoje esclarecimentos à autarquia sobre o assunto e aguarda entretanto uma resposta.

Martine Rainho
Jornalista
martine.rainho@regiaodeleiria.pt

Joaquim Dâmaso
Jornalista
joaquim.damaso@regiaodeleiria.pt

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Siga-nos

Primeira Página

Publicidade

Publicidade

Pergunta da semana

A carregar

Concorda com a lei que proíbe o abate de animais nos canis municipais?

Obrigado pelo seu voto!
Já votou nesta pergunta!
Selecione uma das opções!

Região de Leiria no Facebook

Subscrição de newsletter

Share This