Select Page

NELitos montam operação de salvamento a cabra em São Bento (Fotogaleria)

Fotos: António Fael

Era mais um dia de exploração, normal como tantos outros. Marco Dias, Hugo Costa e António Fael, membros dos NEL-Pénoburaco, montaram o equipamento para descer o Algar das 4 Bocas, em São Bento, concelho de Porto de Mós, na companhia de uma equipa de filmagem. Enquanto esperava, Marco Dias avançou no terreno… ou melhor, no buraco, para avaliar uns pontos de possível progressão.

Quando se preparava para voltar à superfície, viu, encostada a um canto, uma cabra. “Estava a olhar para mim com um ar de ‘Já me tiravas daqui!’. A primeira reacção foi desatar a rir-me e avisar o [António] Fael e o Hugo [Costa] que nos tínhamos de equipar para resgatar uma cabra”, conta o responsável da secção do NEL dedicada à espeleologia.

Quando Hugo Costa entrou na cavidade, o animal fugiu, escondendo-se num pequeno buraco, e depois começou toda a “luta” em retirar o animal do buraco e do algar.

Foi preciso montar um arnês improvisado na cabra para a poder retirar mas, explica o grupo, quanto mais se tentava colocar uma fita e tirar a cabra do pequeno buraco, mais ela tentava esconder-se e berrar.

“Com algum esforço e jeito, lá conseguimos retirar a criatura do pequeno buraco e içámos para o exterior. Foi certo que ela ofereceu alguma resistência, mas na subida até se portou bem. À saída estava, obviamente, agitada”, refere.

No exterior, o animal foi solto num terreno afastado do algar e saiu dali a correr, não sendo possível identificar a quem pertencia.

“O algar, como diz o nome, tem quatro bocas, sendo três delas de grande dimensão de entrada e com alguma vegetação que, para os mais distraídos, é traiçoeiro. Este tipo de situações é frequente na serra mas normalmente alguém deteta que está um animal caído e chama ajuda para o tirar”, explica Marco Dias.

No NEL-Pénoburaco há um “bombeiro de serviço” – Orlando Elias – mas neste caso tiveram que ser os NELitos presentes a arregaçar as mangas e libertar a cabra. “Fizemos o que nos competia . É caso para dizer que apanhámos os três uma cabra”, completa.

Marina Guerra
Jornalista
marina.guerra@regiaodeleiria.pt

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Siga-nos

Primeira Página

Publicidade

Publicidade

Pergunta da semana

A carregar

Concorda com a lei que proíbe o abate de animais nos canis municipais?

Obrigado pelo seu voto!
Já votou nesta pergunta!
Selecione uma das opções!

Região de Leiria no Facebook

Subscrição de newsletter

Share This