Assinar Edições Digitais
Desporto

Academia de esgrima nasce em Leiria pela mão do Bairro dos Anjos

Treinos decorrem durante a semana no estádio municipal de Leiria. Clube fornece equipamento para treinos e competição.

Bairro dos Anjos fez demonstração da modalidade na Festa do Desporto, no último fim de semana, em Leiria Foto: Joaquim Dâmaso

O local está escolhido e a Academia de Esgrima vai abrir portas.

O projeto é da Associação Desportiva Bairro dos Anjos (ADBA), clube que já pratica a modalidade por arrasto do pentatlo moderno, e pretende ser um centro de formação de atletas, a partir dos seis anos, na região centro do país.

“É uma modalidade nova, pouco conhecida a nível nacional e sem grande expressão na região, à exceção do pentatlo moderno”, refere Carlos Gonçalves, vice-presidente do BA.

A esgrima é considerada por muitos como um desporto de elite, devido ao investimento que a aquisição de equipamentos obriga, mas o Bairro dos Anjos vai facultar o equipamento e as armas para treinos e competição. Posteriormente, se o atleta desejar continuar e pretender adquirir o seu próprio equipamento, é livre de o fazer.

Os treinos vão decorrer ao fim da tarde no estádio municipal e serão orientados por Carina Vicente. A treinadora é ex-atleta do Bairro dos Anjos, foi campeã nacional de pentatlo moderno e é atualmente treinadora da modalidade para os pentatletas do clube. Paralelamente tem uma escola de esgrima em Inglaterra – Luso Fencing Academy – para crianças e adultos.

Fora dos grandes centros urbanos, a esgrima é praticada em número reduzido e tem uma taxa de progressão e sucesso elevada.

Para aproveitar esta oportunidade, o Bairro dos Anjos quer criar uma equipa de competição e, de florete, sabre ou espada, vai levar a esgrima também aos alunos de 1º ciclo do ensino básico do concelho, através de demonstrações nas Atividades de Enriquecimento Curricular.

Outra valência da Academia, será a possibilidade de receber equipas, nacionais ou mesmo seleções, em Leiria para estágios. “Será uma mais-valia para todos. Para os nossos atletas que podem treinar com outros e para a cidade que pode receber, como aconteceu com o Troféu Internacional [de Pentatlo Moderno de sub-19 e sub-17], outras delegações. É uma partilha de conhecimentos importante”, defende Carlos Gonçalves.

O clube, na sua sede, apresenta mais informações sobre a modalidade e a academia.

Marina Guerra
Jornalista
marina.guerra@regiaodeleiria.pt