Select Page

Estação ferroviária de Monte Real pode ser vendida

Se procura um imóvel, semelhante a uma estação de comboios e junto a uma linha do Oeste, com locomotivas a passar de quando em vez, então a IP Património tem “o espaço que procura”. É isso que se pode ler no cartaz que está afixado na estação ferroviária de Monte Real.

O imóvel é propriedade da IP Património, empresa detida pela Infraestruturas de Portugal (IP), responsável pela “gestão do património imobiliário, com experiência na exploração comercial da rede de estações e interfaces de transporte”, e passou nas últimas semanas, aparentemente, a integrar a lista de espaços que podem ser reconvertidos da sua função inicial através de modelos de aluguer/concessão ou alienação/venda, “para as mais diversas áreas e/ou atividades económicas”.

Ao REGIÃO DE LEIRIA, fonte da IP esclareceu a nova realidade da estação de Monte Real. “A IP Património, nas mais diversas áreas, tem vindo a desenvolver um trabalho que visa a máxima rentabilização do diverso edificado não essencial à atividade da IP existente ao longo de todo o país. Parte desse trabalho consiste em apurar quais os imóveis disponíveis e coloca-los no mercado para subconcessão”, refere.

“Espaços, de elevado potencial comercial e urbanístico, que podem ser adaptados para as mais diversas áreas e/ou atividades económicas, beneficiando não só os próprios edifícios mas também as zonas envolventes nos municípios onde se inserem”, acrescenta, justificando que a estação de Monte Real se “insere nestes parâmetros”. “As placas informativas colocadas no local visam exatamente anunciar a sua disponibilidade aos potenciais interessados”, explica a IP.

Esta não é a primeira vez que a IP vende terrenos ou concessiona estações. Em 2015, a Refer (atual IP) colocou à venda terrenos junto às estações de São Martinho do Porto e de Valado dos Frades e avançou com a concessão da estação ferroviária de Óbidos.

Atualmente, segundo a informação disponibilizada na página da IP Património, na região, só a estação de Óbidos, num “conjunto de duas edificações associadas à estação ferroviária com cerca de 436 m² de construção”, se encontra entre as “oportunidades de negócio” apresentadas.

Álvaro Madureira, vereador do PSD da Câmara de Leiria, levou o tema a reunião do executivo, na última terça-feira, e o assunto foi novidade para o executivo, que admitiu desconhecer a intenção da IP no que respeita à estação de Monte Real.

(Artigo publicado na edição de 6 de setembro de 2018, com atualização da resposta da IP)

Edifício está encerrado há vários anos e encontra-se na linha do Oeste

Marina Guerra
Jornalista
marina.guerra@regiaodeleiria.pt

1 Comentário

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Primeira Página

Publicidade

Publicidade

Pergunta da Semana

A carregar

Concorda com a redução de 50% do tarifário dos passes dos transportes públicos?

Obrigado pelo seu voto!
Já votou nesta pergunta!
Selecione uma das opções!

Newsletter Região de Leiria

app repórter no mundo

Guia do Fim de Semana


Subscreva o nosso guia e descubra as melhores propostas culturais e de entretenimento disponíveis na região

Obrigado! Subscreveu com sucesso o nosso guia de fim de semana.

Guia do Fim de Semana


Subscreva o nosso guia e descubra as melhores propostas culturais e de entretenimento disponíveis na região

Obrigado! Subscreveu com sucesso o nosso guia de fim de semana.

Share This