Assinar Edições Digitais
Semana de Moldes

Uma oportunidade única para empresários e colaboradores saberem o que vai mudar

Um dos objetivos do evento é atrair também os colaboradores e os técnicos que trabalham no sector. Organização pretende que todos sejam envolvidos neste “olhar para o futuro” que representa a Semana de Moldes

A organização trabalha há mais de um ano na preparação da Semana de Moldes. Esta antecedência justifica-se pela necessidade de identificar os temas mais prementes para a indústria e contactar oradores e patrocinadores.

“Um dos principais objetivos da Semana de Moldes é antecipar tendências, olhar para o futuro, ajudar as empresas, para que vejam coisas que são realidade hoje e outras que vão ser nos próximos anos, e consigam definir uma estratégia para trabalhar essas circunstâncias que afetarão a sua vida”, explica Manuel Oliveira, secretário geral da Cefamol.

Um dos objetivos da organização é atrair as empresas ao evento, não apenas os empresários, mas também os colaboradores, os técnicos, porque a semana é composta por muitas atividades destinadas a diferentes públicos, com diferentes intervenções e dimensões, entre 20 e 200 pessoas – neste caso o número de participantes esperados na conferência internacional.

“Em termos de temas, poucos ficarão de fora que representem uma novidade ou um desafio para as empresas que tenha de ser ultrapassado”, refere Manuel Oliveira, destacando que os intervenientes “têm conhecimento direto nessas áreas, sendo de renome e de referência para a indústria”.

“Ao longo de 20 anos, os temas mais do que mudar, evoluíram. Tanto se introduziram tecnologias então como hoje, são é diferentes. Hoje fala-se da digitalização da indústria, quando antes falávamos dos equipamentos de alta velocidade”, considera.

No conjunto, a Cefamol e o Centimfe envolveram 10 pessoas intensamente no trabalho direto de organização, número que aumenta durante os quatro dias de trabalhos.