O juiz de instrução do Tribunal de Leiria decretou prisão preventiva a um homem suspeito de violência doméstica, anunciou hoje a PSP de Leiria, que deteve o arguido na quarta-feira.

Numa nota de imprensa, a PSP de Leiria informa que, na quarta-feira, pelas 10:00, através da Esquadra de Investigação Criminal da Divisão Policial de Leiria, com apoio de diversas equipas de patrulhamento, a PSP desencadeou uma operação com vista à interceção de um suspeito da prática do crime de violência doméstica.

O detido, com 46 anos, foi presente a primeiro interrogatório judicial, tendo-lhe sido aplicada a medida de coação de prisão preventiva e proibição de contactos com a vítima e os filhos.

A situação de violência doméstica foi reportada à PSP no dia 22 de fevereiro, sendo que, “dos contactos sistemáticos e acompanhamento promovido junto da vítima, foi possível perceber que o suspeito vinha numa escalada de atitudes que perigavam seriamente a vida e integridade física da vítima e dos seus filhos”.

Segundo a PSP, na quarta-feira, “perante mais um episódio de violência para com a vítima – o suspeito agrediu-a e roubou-lhe o telemóvel” – o Ministério Público de Leiria emitiu “um mandado de detenção fora de flagrante delito, que veio a ser cumprido cerca das 14:30, aquando da localização e interceção do suspeito”.

Ao detido, foi apreendido o telemóvel próprio, o telemóvel da vítima e ainda umas matracas.

Lusa