Select Page

“Ourém constitui uma parcela dos utentes” do Centro Hospitalar do Médio Tejo

“Ourém constitui uma parcela dos utentes”  do Centro Hospitalar do Médio Tejo

O presidente dos hospitais do Médio Tejo, Carlos Costa, afirma ao REGIÃO DE LEIRIA que “a população de Ourém nunca foi diminuída ao universo de utentes” do centro hospitalar a que preside e que “nunca podemos ver o utente como uma desculpa, mas sim como a razão para a existência do Serviço Nacional de Saúde”.

Face aos problemas de Leiria, que resposta pode CHMT dar aos utentes de Ourém?
O CHMT, EPE, nunca deixou de considerar a população de Ourém como utentes deste Centro Hospitalar. Assim é nos Cuidados de Saúde Primários. Assim é nos Cuidados de Saúde Hospitalares. Razão pela qual a população de Ourém nunca foi diminuída ao universo de utentes do CHMT,EPE. E os dados assistências mostram-no, quer no atendimento para consultas ou para qualquer outro tipo de atividade assistencial neste Centro Hospitalar. Incluindo o próprio atendimento em qualquer dos cinco Serviços de Urgência do CHMT.

Ourém fazia parte do CHMT, ao passar para Leiria ficou o centro hospital a que preside com menos atendimentos?
Friso que os doentes de Ourém sempre tiveram a sua atividade assistencial programada no CHMT.
Contudo, nos últimos anos tivemos um mecanismo novo no Serviço Nacional de Saúde que é o Livre Acesso e Circulação do Utente. Nessa medida os utentes de Ourém, mas também os utentes de qualquer outro ponto do país, são soberanos para escolher que hospital do Serviço Nacional de Saúde preferem para a prestação de cuidados de saúde. E podem, para umas patologias escolher um hospital e para outras escolher outro hospital. A isso chama-se livre acesso e circulação dos utentes.
O CHMT, EPE, nos últimos anos tem aumentado sempre o número de atendimentos nas mais diversas áreas de prestação de cuidados. Beneficiando utentes de Ourém ou de qualquer outra região do Médio Tejo pelo que não há qualquer diminuição da atividade por força de nada.
O que há, sim, é um aumento da atividade em benefício de todos os utentes da nossa Região.

Saiba mais na edição impressa do REGIÃO DE LEIRIA desta quinta-feira, dia 7 de março.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Primeira Página

Publicidade

Pergunta da Semana

A carregar

A Câmara Municipal da Marinha Grande deve comprar as piscinas de São Pedro de Moel?

Obrigado pelo seu voto!
Já votou nesta pergunta!
Selecione uma das opções!

Newsletter Região de Leiria

app repórter no mundo

Share This