Select Page

Jamon Jamon: Óbidos guarda tapas criativas

Há um ano em nova morada, restaurante especializado em petiscos tem diferentes referências para servir de forma original ingredientes nacionais

Os laços com Espanha vêm da infância, na fronteiriça Vilar Formoso, mas André Pontinha garante que a memória não serve de influência a 100% no seu primeiro negócio – até o fim do mês ele deve abrir o segundo, aí sim, voltado para pintxos. “A gastronomia é nossa”, define amplamente o empresário que, há quatro anos, iniciava o projeto Ja!mon Ja!mon num espaço colaborativo, à entrada da vila de Óbidos, capaz de receber 20 pessoas. De lá para cá, o negócio evoluiu em ambiente e também em identidade. Numa nova morada, agora com capacidade de receber 80 comensais, as tapas continuam como o cerne da cozinha, mas surgem cada vez mais acrescidas de cuidados que marcam pela singularidade.

A lista de saberes é pequena. Ao todo, 12 receitas compõem a carta. Escolha essa que recai sobre a frescura: “Todos os dias terminamos o que está aqui e todos os dias voltamos a fazer”, conta o fundador, que costuma falar no plural para abraçar a equipa formada por amigos. “Eu não sei trabalhar de outra forma”, assume, antes de citar que credita a esse grupo boa parte do êxito empresarial. Daniel Santos, por exemplo, começou por lavar pratos, mas tomou as rédeas de um curso oferecido pelo restaurante e especializou-se em panificação e pastelaria. O resultado aparece nas fornadas de pão que integram o couvert – e saem do fogo a lenha ainda às 7 da manhã –, mas também no tabuleiro de sobremesas artesanais, feitas no dia.

Estrelas da casa, à primeira vista os petiscos podem soar familiares. Contudo basta começarem a chegar à mesa para perceber que talvez se trate de um mal-entendido. Isso porque o queijo que vai ao forno, na verdade, é de produção local e vem envolto numa massa folhada também produzida ali; O cogumelo portobello, servido recheado, tem segredo no centro que une morcela com queijo chévre; e o choco frito, que seria à moda de Setúbal, leva broa na massa da tempura. “Nós agarrámos no produto e o transformamos”, explica André o conceito estabelecido e que tem como líder principal de cozinha Sérgio Santos.

Num dia de semana, é frequente encontrar cheia a sala que se une ao pátio. “Metemos muito amor no que fazemos. Acho também que é um dos segredos”, complementa o proprietário ao referir o contexto de boa aceitação, tanto por parte da clientela, como dos media onde apareceram e das redes sociais, que conquistaram nesses quatro anos.

Ja!mon Ja!mon

916 208 162
Rua da Biquinha, Largo do Chafariz Novo, Óbidos
Funcionamento: de terça a sábado, das 12h às 15h e das 19h às 22h. Aos domingos das 12h às 15h
Preço médio: 20 euros
Prato do dia: de terça a sexta a 10 euros
Reserva para grupos: Até 50 pessoas

 

Jessica Germano
Jornalista
jessica.m.germano@regiaodeleiria.pt

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Primeira Página

Publicidade

Pergunta da Semana

A carregar

Concorda com a criação do Museu Salazar?

Obrigado pelo seu voto!
Já votou nesta pergunta!
Selecione uma das opções!

Newsletter Região de Leiria

app repórter no mundo

Share This