Assinar

Praia de S. Martinho do Porto interditada a banhos devido a caravelas-portuguesas

Banhista sofreu queimaduras resultantes do contacto com caravelas portuguesas e foi transportado para o Hospital das Caldas da Rainha “com queimaduras com alguma dimensão”.

A praia de São Martinho do Porto, no concelho de Alcobaça, está interditada a banhos por tempo indeterminado devido à presença de caravelas-portuguesas que já causaram queimadoras num banhista, divulgou esta terça-feira a Capitania do Porto da Nazaré.

“Hoje registaram-se vários avistamentos de caravelas-portuguesas que levaram a que fosse hasteada a bandeira vermelha e interditados os banhos na praia de S. Martinho e na praia de Salir do Porto”, disse Paulo Jorge Agostinho, comandante da Capitania do Porto da Nazaré.

De acordo com o responsável, até ao final do dia de hoje foi “registado um caso de queimaduras” resultantes dos contactos com caravelas-portuguesas.

A vítima, “um senhor que se encontrava a banhos”, foi transportado para o Hospital das Caldas da Rainha “com queimaduras com alguma dimensão”, acrescentou.

A Capitania do Porto da Nazaré acrescentou que a interdição dos banhos irá manter-se por tempo indeterminado, até deixarem de ser avistadas caravelas-portuguesas naquela praia.

O responsável pela capitania assegurou ainda que “a praia está a ser monitorizada por nadadores-salvadores que estão a prestar esclarecimentos aos veraneantes a e aconselhar” o seu não manuseamento.

O aparecimento da espécie caravela-portuguesa tem-se registado em várias praias da área da Capitania do Porto da Nazaré, nomeadamente nas praias de São Pedro de Moel (concelho da Marinha Grande) e Paredes da Vitória (Alcobaça).

Lusa

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.