Select Page

PSD/Leiria: Lista às Legislativas provoca onda de choque e demissões na distrital

Rui Rocha comunicou a sua decisão aos militantes de Leiria na reunião da comissão permanente realizada esta quarta-feira  Foto: Joaquim Dâmaso

O presidente da Comissão Política Distrital (CPD) do PSD de Leiria demitiu-se hoje deste cargo e de vogal da Comissão Política Nacional por discordar da lista às eleições legislativas.

A decisão foi comunicada numa reunião da comissão permanente, na quarta-feira à noite, aos militantes de Leiria e, hoje, Rui Rocha informou o secretário-geral do PSD da sua saída.

Segundo explicou à Lusa, a demissão é consequência do processo de elaboração de listas de candidatos à Assembleia da República nas eleições legislativas de 6 de outubro.

“Entendo que o processo não foi bem conduzido e que foi uma desconsideração para com o PSD de Leiria, sendo que o resultado final da lista não representa a proposta da Comissão Política Distrital de Leiria”, adiantou.

Rui Rocha considerou que a lista aprovada deixa o PSD “bastante condicionado” pelas duas propostas nacionais: Margarida Balseiro Lopes, presidente da JSD, e Pedro Roque, secretário-geral dos Trabalhadores Sociais-Democratas.

“Se aceito que a cabeça de lista, Margarida Balseiro Lopes, que é até do nosso distrito, pudesse ser uma exceção positiva, porque o presidente entendeu indicar todos os cabeças de lista, já não concordo com a outra exceção, que considero ser um ponto negativo. Não tenho nada contra a pessoa, mas é uma desconsideração pelo distrito”, reforçou Rui Rocha, referindo-se a Pedro Roque, número três da lista.

O social-democrata lamentou que “Leiria seja o único distrito que tem mais do que uma indicação nacional”, com o “único ‘paraquedista’, palavra dita pelo secretário-geral do PSD”.

Esta lista “condiciona sobretudo a margem da CPD para organizar uma lista que seria relevante para garantir as melhores condições para ganhar as eleições legislativas no distrito”.

Tendo em conta o último sufrágio, Rui Rocha recordou que o PSD elegeu cinco deputados por Leiria.

“Se considerarmos que nesta lista dois são nacionais, então há uma representação de 40% da sua responsabilidade. Seria mais razoável que em círculos onde se elege um maior número de deputados pudessem ter mais pessoas indicadas pela nacional”.

Rui Rocha acredita que o impacto em Leiria irá gerar “desequilíbrio” e até levou à saída de “pessoas importantes”. Sem querer pessoalizar, o presidente admitiu que uma delas foi o atual deputado Pedro Pimpão.

“Esta lista não é favorável ao distrito. É uma desconsideração grave por tudo o que o PSD Leiria tem feito pelo PSD nacional, independentemente de quem é o seu líder. Quando me candidatei à distrital, em 2017, anunciei que não seria candidato a deputado. Sempre estive neste processo de forma despretensiosa e há questões que não estou disponível para prescindir delas”, rematou em declarações à Lusa.

 

Segunda baixa na Comissão Política Distrital

Entretanto, Paulo Batista Santos, presidente da Câmara da Batalha e vogal da distrital de Leiria do PSD, também se demitiu deste último cargo.

Num comunicado, Paulo Santos diz concordar com Rui Rocha e refere demitir-se “por solidariedade com os meus companheiros de partido de Leiria, com o seu presidente, mas sobretudo em nome de princípios e valores de lealdade na vida política que em circunstância alguma poderia abdicar”.

Manifestando “indignação” pela forma como foi imposta a lista de candidatos à Assembleia da República pelo círculo de Leiria “sem qualquer justificação razoável pela direção nacional do PSD”, o responsável diz lamentar “a falta de diálogo e desconsideração para com a região e os dirigentes distritais do PSD no processo de composição final da lista de candidatos”.

Não pondo em causa a escolha de Margarida Balseiro Lopes, “uma personalidade com elevada competência e forte ligação à região”, contesta o afastamento das listas de Pedro Pimpão e a “menorização de várias personalidades do PSD”, que confirmam, no seu entender, “uma opção sectária inaceitável num partido social democrata, que sempre pugnou pelo respeito da diferença de opiniões, e ignora o dever das lideranças de agregar e consolidar uma estratégia alternativa para o país”.

Pedro Pimpão rejeita convite para “abraçar outros desafios”

Já Pedro Pimpão assinalou o “fim de um ciclo” na sua página do Facebook com uma extensa mensagem onde dá conta de que tinha manifestado há vários meses a intenção de colocar o seu lugar à disposição, por pretender regressar à sua terra natal, abraçar outros desafios e garantir a sua “necessária estabilidade pessoal e familiar.

Ainda assim, o seu nome foi “indicado (por unanimidade) para integrar a lista do PSD”, convite que decidiu não aceitar “em coerência com o meu percurso cívico e os valores que defendo”.

Terminando desejando “o maior sucesso ao meu PSD” e assinalando “o facto histórico de apresentar, no nosso distrito, um projeto encabeçado por uma jovem oriunda da nossa região e com muito valor, a Margarida Balseiro Lopes e que tem o firme propósito de contribuir para uma importante renovação geracional, tanto em pessoas como em ideias, que a intervenção cívica tanto necessita”.

Além de Pedro Pimpão, Feliciano Barreiras Duarte, ex-secretário geral do PSD e atual deputado, natural do Bombarral, também ficou fora das listas do PSD às próximas Legislativas.

O anúncio foi feito na noite de terça-feira por José Silvano, responsável do partido, em resposta aos jornalistas, após reunião da Comissão Política Nacional que aprovou as candidaturas pelos 22 círculos (incluindo Europa e Fora da Europa) e antes da ratificação pelo Conselho Nacional.

Paulo Batista Santos, vogal da CPD/Leiria, demitiu-se do cargo em protesto com a  forma como foi imposta a lista de candidatos à Assembleia da República pelo círculo de Leiria “sem qualquer justificação razoável, pela direção nacional do PSD”  Foto: Joaquim Dâmaso

Pedro Pimpão diz ter recusado o convite para integrar a lista por Leiria por pretender regressar à sua terra natal, abraçar outros desafios e garantir a sua “necessária estabilidade pessoal e familiar

Feliciano Barreiras Duarte, ex-secretário geral do PSD e atual deputado, natural do Bombarral, também ficou fora das listas do PSD às próximas Legislativas.

Único “paraquedista” entre 331 candidatos concorre por Leiria

Entre os 331 candidatos a deputados a nível nacional, entre efetivos e suplentes, José Silvano referiu haver apenas um “paraquedista”, isto é não pertence ao distrital pelo qual concorre. Trata-se de Pedro Roque, 56 anos, secretário-geral dos Trabalhadores Sociais-Democratas (TSD), que concorreu por Lisboa nas últimas eleições e é candidato por Leiria em terceiro lugar.

Margarida Balseiro Lopes, presidente da JSD, natural da Marinha Grande, surge como única “repente” de uma lista renovada, sendo o segundo lugar ocupado por Hugo Oliveira, natural de Caldas da Rainha e atual vice-presidente da Câmara.

Seguem-se Olga Silvestre, advogada e membro da Assembleia Municipal de Porto de Mós, João Marques, ex-presidente e atual vereador da Câmara de Pedrógão Grande, Álvaro Madureira, vereador na Câmara de Leiria, Liliana Sousa, deputada municipal em Alcobaça, João Pedro Rosa, de Alvaiázere, Paula Ganhão, da concelhia de Óbidos, e Luís Filipe Silva como candidatos efetivos.

 

Margarida Balseiro Lopes, presidente da JSD, encabeça a lista candidata por Leiria às eleições de outubro, sendo a única candidata entre os atuais deputados do PSD 

Hugo Oliveira, vice-presidente da Câmara de Caldas da Rainha e um dos vice-presidentes da CDP do PSD/Leiria, é o número dois da lista do PSD ás Legislativas por Leiria

Pedro Roque é o único “paraquedista” entre os 331 candidatos aprovados pela estrutura nacional do PSD. Atual deputado por Lisboa, irá concorrer por Leiria em terceiro lugar

Martine Rainho com Lusa
Jornalista
martine.rainho@regiaodeleiria.pt

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Primeira Página

Publicidade

Pergunta da Semana

A carregar

Concorda com a criação do Museu Salazar?

Obrigado pelo seu voto!
Já votou nesta pergunta!
Selecione uma das opções!

Newsletter Região de Leiria

app repórter no mundo

Share This