Assinar


Cantinho dos Bichos

Cavalo foi abandonado “ferido e subnutrido” na Marinha Grande

Animal acabou por ser abatido e durante a tarde o corpo ainda estava no local para ser recolhido.

Cavalo abandonado ferido e subnutrido na Marinha Grande

 

Um cavalo foi hoje encontrado subnutrido e com uma “ferida profunda” junto ao Parque Municipal de Exposições (FAE) da Marinha Grande. A denúncia foi feita pela Associação Protetora de Animais da Marinha Grande (APAMG), após o animal ter sido avistado, durante a manhã, “deitado e sem se mexer”.

A associação contactou a PSP que se deslocou ao local dizendo, no entanto, que “não podia fazer nada”. Os oficiais, segundo a APAMG, tentaram então entrar em contacto com a veterinária municipal, tendo inclusive ido até às instalações municipais, mas “não foi possível localizar ninguém dos serviços veterinários”.

Contactada pelo REGIÃO DE LEIRIA, ao início da tarde, Catarina Contente, responsável da APAMG, informou que o animal “já não está vivo” e que “teve de ser eutanasiado”. Numa publicação na página de Facebook, durante a tarde, a associação explicou mais detalhadamente o sucedido: uma veterinária da zona de Leiria esteve no local e “avaliou o estado de saúde” do cavalo, diagnosticando-lhe tétano e decidindo pelo abate. “Este animal não tinha como sobreviver”, conclui a associação.

A Câmara da Marinha Grande adianta ao REGIÃO DE LEIRIA que “assumirá as despesas da deslocação ao local” da veterinária, serviço que não foi feito internamente por “falta de recursos”. Também as “despesas de transporte do animal”, que ainda se encontra no local, até ser recolhido pelas autoridades competentes, serão asseguradas pelo município.

Em respostas ao nosso jornal, a APAMG refere ainda que situações como esta não são inéditas e que estes animais “são expostos permanentemente às intempéries, passam fome e sede, fazem quilómetros subnutridos, muitas vezes feridos, e sempre carregados com gente e os seus pertences”.

Joana Magalhães
Jornalista
joana.i.magalhaes@regiaodeleiria.pt

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.