Select Page

Detido mais um elemento do grupo suspeito de crimes violentos na região Centro

Detido mais um elemento do grupo suspeito de crimes violentos na região Centro
O indivíduo, de 43 anos, vai ser sujeito a primeiro interrogatório judicial para aplicação das medidas de coação Foto: Freepik
Um dos membros do gangue suspeito de crimes violentos contra idosos, incluindo homicídio, ocorridos no ano passado na região Centro, e que se encontrava “a monte”, foi agora detido pela Polícia Judiciária.

A detenção do indivíduo, de 43 anos de idade, foi levada a cabo através da Diretoria do Centro da PJ, com o apoio do Departamento de Investigação Criminal de Leiria, dando cumprimento a mandados de detenção.

O suspeito, que vai ser presente ao Tribunal de Leiria para aplicação das medidas de coação, está acusado da “prática de diversos crimes de roubo, de sequestro e de um homicídio, nos concelhos de Leiria, Marinha Grande, Pombal, Figueira da Foz e Coimbra”, estando o julgamento do grupo já marcado.

Em comunicado, a PJ refere que os membros do gangue atuavam “encapuzados” e, “por meio de arrombamento de portas ou janelas e usando armas brancas e bastões, penetravam em casas isoladas, habitadas por pessoas idosas, que eram surpreendidas durante a noite”. As vítimas eram “agredidas de forma gratuita, com extrema violência e depois amarradas”.

Outros quatro elementos do grupo, então com idades entre os 22 e os 28 anos, foram detidos no dia 11 de setembro do ano passado, no âmbito da “Operação Sénior” que incidiu em diversos locais da faixa litoral, entre as cidades da Figueira da Foz e a Marinha Grande, recorda a PJ. Na ocasião, foi ainda detido em flagrante delito um outro homem, suspeito de integrar o mesmo grupo, pela posse de estupefacientes.

Aquando da operação, haveria registo de 29 vítimas deste grupo, tendo uma senhora com 85 anos, residente em Pombal, sucumbido a hemorragias internas provocadas pelas agressões que sofreu.

O assalto ocorreu na noite de 21 de julho de 2018, em Roussa, freguesia de Pombal, tendo a vitima e o marido sido surpreendidos por três indivíduos que lhes invadiram a casa à procura de dinheiro e objetos valiosos, e violentamente agredidos.

Num outro caso, ocorrido em junho, os assaltantes agrediram e torturaram um homem de 74 anos durante mais de uma hora e meia. Dada a gravidade das lesões sofridas, a vítima esteve internada durante vários meses.

Sujeitos a primeiro interrogatório judicial, apenas um dos cinco elementos então detidos ficou em prisão preventivo, ficando os restantes obrigados a termo de identidade e residência. Decisão que terá surpreendido e caído mal entre os investigadores tendo em conta a gravidade dos crimes, noticiou o Jornal de Notícias.

MR

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Primeira Página

Publicidade

Pergunta da Semana

A carregar

Leiria vai ter um busto de homenagem ao antigo presidente da Câmara, Afonso Lemos Proença. Concorda?

Obrigado pelo seu voto!
Já votou nesta pergunta!
Selecione uma das opções!

Publicidade

Newsletter Região de Leiria

app repórter no mundo

Share This