Select Page

Homem detido pela segunda vez por violência doméstica fica em prisão preventiva

Um homem de 59 anos, que havia sido detido em julho por suspeita de agredir física, verbal e psicologicamente a sua ex-namorada, de 54 anos, voltou a ser detido na terça-feira, no concelho de Leiria, por violação das medidas de coação que lhe foram então aplicadas, e aguarda julgamento em prisão preventiva.

No decorrer da investigação e após nova denúncia, o Núcleo de Investigação e Apoio a Vítimas Específicas da GNR de Leiria apurou que o suspeito “persistiu em contactar a vítima”, apesar de estar proibido pelo tribunal de o fazer.

A GNR adianta ainda em comunicado que o arguido ameaçou a vítima de morte, “devassando a sua vida privada, sob as mais diversas formas, com o intuito de denegrir a sua imagem perante a população local” e “causando à vítima um sentimento de insegurança e receio pela sua integridade física”.

No seguimento das diligências efetuadas, e dando cumprimento a um mandado de detenção, foi-lhe ainda apreendido o telemóvel “a fim de ser utilizado como meio de prova”.

A primeira detenção ocorreu a 18 de julho, no concelho de Porto de Mós, onde o arguido reside, tendo as agressões surgido depois de a sua companheira ter terminado a relação que durou cerca de quatro meses.

“O suspeito, que não aceitava o fim da relação, perseguiu a vítima durante os últimos quatro meses, controlando a sua vida diária, infligindo-lhe maus tratos físicos, verbais e ameaças de morte, na tentativa de reatar a relação amorosa”, adiantou então a GNR em comunicado.

No seguimento das diligências então efetuadas e no âmbito de uma busca domiciliária à residência do suspeito, foi apreendida uma carabina, um carregador e 76 munições.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Primeira Página

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Pergunta da Semana

A carregar

Concorda que os municípios façam investimentos avultados na iluminação e nas animações de Natal?

Obrigado pelo seu voto!
Já votou nesta pergunta!
Selecione uma das opções!

Publicidade

Newsletter Região de Leiria

app repórter no mundo