Segunda edição do evento acolhido pelo Atlas Leiria acontece este sábado, 21, com a promessa de reunir centenas de roupas em bom estado e estimular a consciência na época mais consumista do ano

Juntar o que tem e mal usou – e por vezes ocupa um espaço significativo no armário –, e ainda fazer a energia circular. Este é o ponto de partida da segunda edição da Feira das Trocas, que tem lugar este sábado, 21, das 12 às 19 horas, no hostel Atlas, em Leiria.

Neste Natal, três amigas voltam a lembrar que o consumo consciente passa também pelo vestuário e que não é preciso enfrentar filas ou gastar balúrdios em centros comerciais para encontrar o presente perfeito ou escolher a roupa para usar na noite da Consoada. “Tem como objetivo fazer ver às pessoas que não precisam de comprar coisas novas quando já há tantas coisas boas a circular neste mundo”, conta Teresa Mineiro, designer de moda e decoradora que se une a Teresa Gameiro, produtora de acessórios e peças de decoração com desperdícios têxteis, e Joana Cordeiro, que vende cabazes de produtos da própria horta biológica, para uma tarde de adelo em formato pop-up, na hospedaria low cost do centro histórico da cidade de Leiria.

“Traz roupa usada de casa e troca pela que temos exposta”, diz o texto que ilustra a divulgação do evento. E continua: “Uma feira sem troca de dinheiro, apenas peças, a favor de um mundo mais sustentável”. Mas erra quem pensa que as roupas, calçados e malas expostas podem ser desinteressantes ou vir em mau estado. “Queremos mostrar que é possível trocar peças de qualidade e é aí que entra a nossa ‘curadoria’”, explica Teresa Mineiro, lembrando que não faltaram itens de marca na primeira edição, em julho passado, quando reuniram cerca de 300 peças. “Selecionamos o melhor e é isso que fica exposto”, destaca.

A regra é simples: todos os participantes podem trocar até 10 peças suas por outras 10 que estão na coleção da Feira das Trocas. O que sobrar será doado.

Para quem quiser esticar a tarde, a organização lembra ainda que o Atlas Leiria vai estar a funcionar “normalmente” neste dia, com bar, restaurante e uma de suas salas dedicada ao evento.

 

Jessica Germano
Jornalista
jessica.m.germano@regiaodeleiria.pt