Um homem de 52 anos foi detido ontem, dia 10, pela GNR por posse de arma proibida, no concelho de Pombal.

O Comando Territorial de Leiria da GNR, através do Núcleo de Investigação Criminal de Pombal, levou a cabo uma investigação, durante sete meses, tendo apurado que “pelo menos um revólver teria sido furtado e as restantes armas não teriam qualquer documentação”, esclarece a autoridade policial em comunicado.

Após seis mandados de busca, três domiciliários, um em espaço comercial e dois em veículos, foram apreendidas seis armas de fogo, três armas de ar comprimido, uma arma de alarme, 1.716 munições de diversos calibres e 500 gramas de pólvora.

Os militares da GNR, refere o comunicado, apreenderam ainda seis detonadores pirotécnicos, dois cordões lentos pirotécnicos, três armas brancas, cinco aerossóis de defesa, bem como três veículos automóveis e 24.400 euros em numerário.

O detido foi presente a primeiro interrogatório durante o dia de hoje, no Tribunal Judicial de Leiria, desconhecendo-se até ao momento a medida de coação aplicada.

Ainda esta semana e no concelho de Pombal, a GNR identificou, no dia 9 de dezembro, uma mulher e um homem de 19 e 24 anos, por suspeita de crime de furto de residência, na localidade de Abiul.

De acordo com a autoridade policial, o crime ocorreu no dia 19 de novembro, na localidade de Vila Cã. Na sequência de uma investigação, os militares intercetaram um veículo suspeito com os dois jovens no interior e “foi possível recuperar artigos provenientes do furto”, lê-se no comunicado.

Os suspeitos já tinham antecedentes criminais pela prática do mesmo tipo de crime e foram constituídos arguidos.

 

 

A apreensão resulta de uma investigação que decorreu ao longo de sete meses Foto: GNR