Assinar

Laboratório em Leiria procura dadores de medula óssea

Para saber se é potencial dador, basta uma colheita sanguínea que não requer jejum. A campanha decorre durante a tarde de sábado, dia 14, na sede dos laboratórios Beatriz Godinho.

Tem entre 18 e 45 anos, altura superior a 1,50 metros, um mínimo de 50kg de peso e é saudável? Os Laboratórios Beatriz Godinho, em Leiria, procuram dadores de medula óssea e a campanha de colheita decorre já este sábado, dia 14.

A sede do laboratório, na Avenida Marquês de Pombal, em Leiria, vai estar aberta entre as 14 e as 17 horas. Para saber se é potencial dador, basta uma colheita sanguínea, que não requer jejum.

O objetivo desta ação é “ajudar uma pessoa amiga da casa que sofre de Linfoma”, informa um comunicado do laboratório. Carla Vitorino tem 47 anos, há três que sofre da doença e agora precisa de um transplante urgente de medula óssea.

A organização da campanha alerta ainda que “o potencial dador tanto poderá ajudar a Carla, como qualquer outra pessoa que precise ou venha a precisar” de se submeter à cirurgia.

A Beatriz Godinho Saúde une-se voluntariamente ao Registo português de Dadores de Medula Óssea (CEDACE), ao IPO e ao Hospital Pulido Valente numa “corrida contra o tempo na vida de milhares de pessoas portadoras desta e de outras doenças do sangue”.

No Facebook existe já um grupo associado à causa que procura “heróis dadores de medula óssea” – https://www.facebook.com/groups/operacaogarimpo/ .

 

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.