Afirma que quem tem a experiência institucional que ele teve, “tem o dever de participar civicamente”. É por essa razão que, aos 78 anos, o antigo ministro da Justiça, Álvaro Laborinho Lúcio, continua a correr o país e a desdobrar-se em intervenções nas áreas da educação, direitos humanos e cidadania.

Foi também sobre esses temas, e sobre a sua Nazaré, que falou com o REGIÃO DE LEIRIA, numa edição em que assumiu o papel de “diretor convidado”. Afinal, uma outra forma de “participar civicamente”.

Leia na edição em papel e também em formato digital, através da nossa loja online.