Gostava de ter sido pedreiro mas, aos 15 anos, começou uma carreira como sapateiro na rua do Beirão que o tornou famoso em Leiria. Viriato Relvas, uma das figuras históricas da cidade, morreu aos 82 anos.

Entrevistado pelo REGIÃO DE LEIRIA em 2015 para a secção “Encontro de gerações”, Viriato recordou que os primeiros sapatos que fez foram para si próprio. E garantia que ia ser sapateiro até ao fim da vida.

“Saindo da dali [oficina de sapateiro] vou direito ao cemitério”, dizia, com boa disposição, presente também numa das outras passagens da entrevista:

“Por vezes, para uma simples colagem [num sapato] não levo nada. A pessoa responde que assim não pode ser. E eu respondo que mais barato não posso fazer”.

Viriato Relvas foi também sócio-fundador da União Desportiva de Leiria, ostentando o sócio nº7, como divulgou hoje o clube no Facebook.

Leia a reportagem integral do “Encontro de gerações” com Viriato Relvas e também com a sapateira Fernanda Silva, publicada no REGIÃO DE LEIRIA de 9 de julho de 2015, aqui.