São vários os grupos de voluntários e as entidades que se estão a organizar para prestar apoio a quem precisar durante as próximas semanas, por força das recomendações das autoridades no sentido de conter a propagação do novo coronavírus.

Em Leiria, a Escola de Dança Passo Cubano propõe-se apoiar “aqueles que nesta altura mais necessitam e mais riscos correm”.

Dez elementos da equipa estão desde já disponíveis para tarefas essenciais como ir ao supermercado, à farmácia ou passear animais de estimação.

A ajuda estende-se a pessoas com mais de 65 anos, com necessidades especiais e/ou complicações de saúde, sendo que a equipa poderá ser reforçada com quem desejar colaborar. Os contactos podem ser efetuados pelos números de telefone 913 008 584 ou 924 222 542.

“Faremos os possíveis, sempre com a máxima precaução”, adianta uma voluntária ao REGIÃO DE LEIRIA, convicta de que “ninguém deve estar sozinho e correr riscos desnecessários”.

O Serviço de Voluntariado Social da Paróquia de Leiria anunciou também disponibilidade para acompanhar “os que estiverem mais sós, através de contactos telefónicos regulares”, ou caso precisem de algum serviço externo. Quem necessitar ou soube de quem precisa desse apoio pode contactar o serviço pelo email seleiria@net.sapo.pt ou pelos telefones 914 991 758/912 829 775.

Ao nível das freguesias, o Centro de Convívio e Apoio Social Bidoeirense (CASBI) e a Junta de Bidoeira de Cima, no concelho de Leiria, uniram-se para levar ajuda a casa dos cidadãos com mais de 65 anos, que sofram de doença crónica e não tenham apoio familiar.  

Quem estiver nestas circunstâncias e precisar de esclarecer dúvidas, de medicamentos, de compras de primeira necessidade ou de pagar as contas de água, eletricidade ou telefone, deve ficar em casa e ligar para o 968 881 011, sugerem os promotores da iniciativa.

A Junta de Monte Redondo e Carreira ativa por sua vez amanhã, segunda-feira, uma Linha de Apoio ao Idoso (pelo número 934 478 665) no âmbito do seu Plano de Contingência Covid-19.

O objetivo passa por efetuar compras ou contactos essenciais, nomeadamente com os serviços de saúde, com entregas ao domicílio.

Também a associação ***Asteriscos, de Leiria, está a promover a iniciativa “Boa vizinhança em quarentena”. Trata-se de um formulário, que pode descarregar para solicitar ajuda para fazer compras, ir à farmácia, passear o cão ou apenas para conversar um pouco. ” Vamos tomar conta uns dos outros”, dá conta a associação.

Em Meirinhas, concelho de Pombal, como já noticiámos, o projeto “Nós vamos por ti”, destinado a assegurar as necessidades básicas dos habitantes considerados grupo de risco terá arrancado ontem, sábado.

(atualizado às 15 horas de 16 de março, com informação da ***Asteriscos)